RSS

Só não imigra quem não quer…

… mas você está preparado pra vida de imigrante?

“Só não imigra quem não quer” assim escutei na primeira palestra de imigração que eu assisti em Brasília, em novembro de 2005. Eu não podia acreditar que aquilo fosse verdade, não achava que seria tão fácil assim, mas ao mesmo tempo sabia que eu não teria problema algum já que satisfazia todos os critérios exigidos pelo processo.

E, de fato, comigo tudo ocorreu muito bem. Apesar da demora que foi o meu processo, posso considerar que não tive problema algum. Mas o engraçado é que, como eu não sabia o que vinha pela frente, ficava com receio de que alguma coisa desse errado. Aposto que todo imigrante passa por estes receios ou incertezas quando está nesta fase, e depois vem aquele alivio quando o visto finalmente chega.

Hoje eu tenho duas coisas pra dizer aos futuros imigrantes. A primeira é que, realmente, só não imigra quem não quer. E a segunda: a brincadeira só começa pra valer quando você chega aqui no Canadá.

Aqui onde estou morando tem um brasileiro, também imigrante. Ele é a prova cabal da primeira afirmação. Sinceramente não sei como ele conseguiu passar no processo de imigração, e ainda pior, com o Sr. Eddie que andou atormentando a vida de muita gente ai em São Paulo. É o cara mais lesado, mais preguiçoso e mais sem modos que eu conheço. Acreditem, se ele conseguiu ser aprovado, você leitor querido, vai conseguir também.

Mas porque eu digo que a brincadeira só começa quando você chega aqui no Canadá? Porque quando você chega aqui você não é ninguém! Você não tem documento, você não tem amigos, você não tem crédito em banco, você não tem referencias e se você não vier com dinheiro suficiente pra se virar enquanto não conseguir um emprego, eu te garanto, vai perder muitas noites de sono.

Eu sabia que não ia ser fácil – e realmente não foi!! – mas graças a Deus alcancei todos os meus objetivos de imigrante em apenas 4 meses. Venham preparados, venham confiantes de si e sejam ambiciosos, vocês vão conseguir aqui tudo o que vocês planejarem. Aqui não é o paraíso na Terra, como dizem os palestrantes, mas quem vem pra cá não quer mais voltar!!!!

Atualizado em 1 de Fevereiro de 2012: Bom pessoal, parece que A moleza está acabando

195 thoughts on “Só não imigra quem não quer…

  1. Olá Pedro,

    Espero que esteja tudo bem por ai…
    Estou escrevendo porque toda vez que entro no seu site me animo ainda mais para ir. Já estou estudando francês e inglês. Sei que é fundamental para tudo ai, principalmente para arrumar emprego.
    Enfim, desejo tudo de bom para vc. E fico muito feliz por ter conseguido ir e vai conseguir muito mais.

    Abraços

    Kellen

    • Oi Kellen, obrigado pelos comentários! São incentivos como este que me fazem ter vontade de escrever aqui e contar um pouco minhas experiências e a minha visão sobre todo o processo.

      Grande abraço!

  2. Olá Pedro, tudo bom?

    Estou entrando em contato porque estou iniciando o processo junto com minha esposa, e estamos naquela etapa do curso de francês! Bem, tenho algumas dúvidas, uma delas é quanto ao mercado para minha área profissional aí na província do Quebec (Marketing e Propaganda) e quanto ao regimento dessa profissão por orgão ou sindicato! Além disso, poderia nos ajudar quanto a informações sobre a parte mais burocrática do processo, envio e recebimento de documentos e confirmações? Mais dúvidas e inseguranças nos afligem nesse momento mas como já demos o pontapé inicial, agora é acreditar e investir!! Se puder nos aconselhar e orientar com algumas dicas, por favor, ficaríamos muitíssimo agradecidos!! Grande abraço e muito sucesso por aí!

    • Bom, não conheço muito sobre outras áreas que não a minha (TI) então fica difícil responder às perguntas sobre mercado de trabalho na área de Marketing. O que você pode fazer é dar uma olhada no site do Emploiquebec e consultar as informações sobre o mercado de trabalho: http://emploiquebec.net/imt/index.asp. Você pode dar uma olhada também na Classificação Nacional de Profissões: http://www5.hrsdc.gc.ca/NOC/Francais/CNP/2006/IndexProfessions.aspx e procurar as informações sobre a área de Marketing. Tem também o site do Escritório de Profissões do Québec: que contém informação de todas as profissões regulamentadas. Não vi nada de marketing, mas não sei se está ligado à ordem dos Administradores. Procurei no google e achei um site da Associação dos Profissionais de Comunicação e Marketing do Québec: http://www.communicationmarketing.org/index.html talvez aqui você ache alguma coisa sobre a sua profissão.

      Sobre o processo, não tem segredo nenhum. É só seguir o guia para preencher o dossier do Québec, preencher o formulário com os dados do seu cartão de crédito para que eles debitem a taxa de processamento (é importante, como precaução, avisar à sua operadora de cartão de crédito que você vai ter um débito em dólar canadense; e seu cartão deve estar habilitado para compras no exterior), depois envia tudo por sedex. Depois é só esperar um email do Escritório de Imigração do Québec acusando o recebimento dos documentos e aguardar.

      Boa sorte!!

  3. Ola Pedro!!!

    Gostei muito do seu blog, sua forma de ver a imigração parece muito com a minha.

    Sonho com a imigração a um certo tempo, e sabia que essa fase que me encontro (desanimo) chegaria, pois nosso caminho (marido e filhas) é mais longo do que o de muitos.
    Meu marido é professor de inglês a 8 anos e nisso temos ponto positivo. Não terminamos a faculdade (ponto negativo) e por isso perderemos 3 anos para nos encaixarmos ao perfil procurado. Meu marido vai começar um curso de Analise e desenvolvimento de sistemas, gostaria de saber como são as previsões futuras para a area.
    Eu farei um curso de enfermagei e sei que terei de fazer equivalencia de diploma e prova para a ordem.
    Nesse periodo nosso foco sera o francês, pois não queremos ter mais problemas que “pouvez vous repeter” “plus lentiment, si’l vous plaît”.

    Estou ansiosa para que meu marido comece seu curso, assim dou uma socegada,

    Parabens por suas vitorias!!!
    Atenciosamente
    Janaine

    • Olha, não desanima. Tecnologia da Informação é uma área com bastante demanda aqui no Québec, e se seu marido é fluente em Inglês ponto positivo pois a maioria das vagas nesta área (em Montréal) exigem Inglês. Neste período de 3 anos que o seu marido for estudar aproveitem pra fazer uma boa poupança porque uma família de quatro pessoas vocês vão ter muitos gastos aqui e pode demorar um pouco pra que vocês consigam emprego, então tem que vir preparado. Encare essa espera como uma preparação pra imigração e neste período também vocês vão estudando francês pra já chegar aqui com um nível que dê pra pelo menos entender o que tá se passando ao seu redor.

      Obrigado pelos elogios ao blog, isso me incentiva a continuar escrevendo. Se você tiver mais alguma dúvida não hesite em me contactar.

      Boa Sorte.

  4. olá,

    estou tentando aplicar para imigrar para o canadá. somos professores de inglês aqui no brasil e meu marido também tem o curso de turismo. temos duas meninas 8 e 14 anos. o que vc acha???? quais são os procedimetos? se vc puder me ajudr fico grata.

    janaina

    • Oi Janaína,

      Olha só, casal com filhos é um bom perfil. Não sei se vocês têm nível superior, se tiver ajuda e muito. Com relação a ser professor de inglês eu vou te contar um caso: Na primeira palestra de imigração do Québec que eu assisti, em 2005, o palestrante foi perguntado sobre isso e ele respondeu: Olha, acho difícil um canadense aceitar ser ensinado por alguém que não fale a língua dele nativamente. Então, vocês podem ter alguma dificuldade mas se vocês se garantem, não custa nada tentar. Outra coisa, pelo menos aqui no Québec tem muito estrangeiro dando aula de francês porque simplesmente a demanda é muito grande e não tem professor o suficiente. Então… nada é impossível.

      Agora, se não me engano, me parece que tem uma demanda grande na área de turismo. Dê uma pesquisada na Internet, acho que a província de British Columbia tem um pacote especial pra imigrante nesta área.

      E finalizando, se vocês não falam francês melhor é tentar o processo Federal e procurar se instalar em uma das províncias de língua inglesa. Veja como tá o mercado em Vancouver, Calgary, Toronto… ou em outras cidades.

      Boa sorte.

  5. Olá Pedro,
    eu e meu namorado vamos passar um mês agora em julho em Montreal, iremos fazer um curso de inglês e conhecer essa cidade que nos parece ser muito agradavel de se morar… sei que tem pouco tempo que vc está morando aí, mas gostaria que você me desse algumas dicas e sugestões de hospedagem, alimentação, transporte público e outras que achar que é importante…chegaremos uma semana antes das nossas aulas, por isso teremos que procurar estadia e nos virarmos sozinhos… Abraços…

  6. Vocês escolheram a melhor época pra conhecer a cidade, vocês vão adorar tenho certeza! Dicas pra hospedagem: se quiser ficar tranquila, se hospede num homestay (casa de família). Deve sair em torno de uns 700 dólares por mes, mas vocês vão ter café da manhã e janta, roupa lavada, tv e internet e ainda a oportunidade de conhecer a rotina de uma família canadense. Outra opção, mais barata, seria alugar um quarto. Tem muita gente aqui que faz isso, inclusive brasileiros que já moram aqui há algum tempo. Deve sair em torno de uns 500 dólares por mês, mas sem as mesmas vantagens do homestay. Diária de Hotel deve ficar em torno de uns 80 dólares. Sites pra procurar quarto pra alugar: http://www.kijiji.ca e http://www.brasmontreal.net. Sobre transporte público, aqui a gente usa um smart card que se chama Carte Opus. Você coloca 70 dólares de créditos para um mês e usa ônibus e metrô à vontade: http://www.stm.info/tarification/ordinaire.htm Se você não tiver a Carte Opus, você paga $2.75 por bilhete. Alimentação: Aqui você encontra restaurante de tudo quanto é lugar do mundo. Uma refeição num fast-food vai sair em torno de $10.00.

    Qualquer dúvida é só perguntar. Boa Viagem!!

  7. Oi Pedro
    Acabei de conhecer seu blog e saber um pouco de sua história. Parabéns pela imigração! Gosto muito do Canadá e conheço um pouco desse país. Espero logo poder visitar a Costa Leste e, principalmente, a parte françesa! Talvez depois te escreva pedindo dicas de turismo, estarei acompanhando seu blog. Uma coisa, entrei em uma dica que vc colocou, mas o link não abre, é sobre francês, sobre uma aula que vc teve. Poderia me passar o link? Estudo francês e adoraria escutar.
    Abraço,
    Michelle.

    • Oi Michelle, obrigado pelo comentário! O link quebrado está em qual post? Ou em qual comentário de qual post? Me avisa aqui que eu vou procurar consertar.

      Abraços.

  8. olá Pedro,

    Já visitei Montreal a trabalho 4 vezes e sempre tive vontade de morar e trabalhar por aí. Não tenho francês, continuo estudando o Inglês. Acho que irei me matricular em Francês para ajudar no porcesso de imigração que pretendo fazer num futuro próximo.

    Irei visitar Montreal e Quebec com minha esposa para ela sentir a cidade e ver se vai encarar esta também.

    Qualquer coisa volto a postar para mais informações e ajuda no processo.

    parabéns e obrigado.

    • Olá Daniel, desculpa a demora em responder… o tempo tá curto aqui pra mim.

      Obrigado pelos comentários, precisando de alguma dica entre em contato. Venha entre julho e setembro pra não congelar :D

      Abraços!

  9. Olá Pedro. Sou de Blumenau Santa Catarina, sempre tive o sonho de trabalhar fora do Brasil, após muita procura encontrei Quebec, pesquisei, pesquisei e decidir que essa é a melhor escolha. Sou formado em T´cnico de Enfermagem e Técnico em Radiologia, pretendo começar agora o curso de francês, é ai que surge a dúvida. A área de saúde é bem requisitatada em Quebéc? Com estes cursos técnicos consigo algo? Estou pensando em fazer Faculdade de Enfermagem em Quebec mesmo, mas ir trabalhar na area primeiro e após começar a faculdade.
    Aguardo sua resposta.
    Forte Abraço!!!!

    • Bruno,

      Acredito que você possa conseguir um trabalho de técnico aqui também. Chegando aqui a primeira coisa que você terá que fazer é a equivalência dos seus estudos. E sim, de acordo com o Ministério de Imigração, enfermagem é uma das áreas de mais alta demanda tanto é que estão adiantando o processo de pessoas com experiência nesta área.

  10. Oi Pedro! Parabéns pelo seu blog. Estou pensando em imigrar para o Canadá com mais uma amiga, mas gostaria de morar em Toronto. Você sabe se nesse caso francês é obrigatório? Sou formada em TI, estou terminando um MBA em Business Intelligence e trabalho numa multinacional atualmente. Vc acha que tenho boas chances de conseguir imigrar? E quanto ao dinheiro? Quanto vc acha que vou precisar para pagar tudo? Obrigada. Abraços

    • Oi Katia, pra ir pra Toronto não é preciso falar francês, mas é preciso fazer um teste de proficiência em Inglês. Área de TI tem grande demanda no Canadá, se você se garante, não vai ficar sem emprego. Sobre MBA, a depender da carga horária do curso pode ser que não o considerem como MBA aqui.

      Como não conheço o processo Federal, não sei dizer quanto custa todo o processo. Eu gastei em torno de 7 a 8 mil dólares com todo o processo, incluindo os cursos de Francês e passagens aéreas. Dá uma olhada no site de imigração do Canadá que você vai ter uma idéia de quanto vai gastar e o que fazer.

      Abraços.

  11. Olá Pedro,

    Eu e minha esposa estamos começando a nos organizar para começar o caminho para imigração, tanto que ela já começou a ter aulas de francês, apesar de eu preferir ir para uma região de predominância Inglesa.
    A pergunta que tenho para te fazer é a seguinte, trabalho aqui no brasil desenvolvendo para Oracle e sistemas de BI, principalmente em pl/sql, scripts em shell, e conheço um pouco de java e C++, porém apesar de trabalhar na área de TI já há alguna anos sou verdadeiramente formado em Administração (com cursos na área de TI).
    O Mercado de Trabalho ai no Canadá é aberto neste caso a que eu continue atuando na área de TI?
    Outra pergunta, qual a quantia que sugeres que se tenha no momento do embarque, para arcar com despesas de estadia, deslocamento, papelada, etc, imagino que se tenha que ter alguma quantia minima pra aguentar alguns meses até se estabelecer.
    Obrigado desde já,
    Alexandre

    • Alexandre, pra trabalhar na área de TI aqui o que importa é ter experiência e know-how. Não se preocupe, o fato de ter um diploma de Administração não vai te atrapalhar em conseguir um emprego na área de TI.

      Olha, vindo você e sua esposa, eu diria que 1000 dólares por mês seria uma quantia razoável para você não ter surpresas. Tenha em mente que você pode ficar uns 4 meses desempregado e mesmo recebendo ajuda do governo, o que eu não acho legal, as despesas aqui não são poucas.

      Abraços.

  12. Olá Pedro,

    Trabalho com informática (Administrador de Banco de Dados – DBA Oracle) acabei de tirar minha certificação e estou terminando meu curso superior, valorizam muito essa área? Por ser certificado terei alguma vantagem em relação a imigração e ao mercado de trabalho.

  13. Olá, Pedro! Tudo bom?

    Parabéns pelo blog! Meu marido e eu estamos pensando em imigrar para o Québec, mas vimos no Demande de cértificat que temos que escolher a região para onde queremos ir. Como não conhecemos o Quebec, gostaríamos que você nos desse algumas dicas de locais onde a oferta de trabalho é maior e o número de imigração é menor. Somos os dois professores de francês e eu sou professora de português também e ele de árabe.
    Muito grata,
    Carolina

    • Oi Carolina,

      Em geral os imigrantes que vem para o Québec escolhem Montréal, Ville de Québec ou Gatineau como destino. Montréal é sem dúvida a cidade com maior número de imigrantes, e com certeza em algumas áreas, como a minha por exemplo, a concorrência para emprego é alta. Não sei como está a demanda para profissionais na sua área, mas segundo minha professora da francisação, a demanda aqui é alta por professores de Francês justamente pelo fato de existirem muitos imigrantes e filhos de imigrantes e todos eles terem necessidade de aprender a língua.

      Entretanto, para trabalhar como professor vocês vão precisar fazer a equivalência de estudos, provavelmente terão que fazer um teste do OLF, dentre outras coisas.

      Em tempo, mesmo que vocês indiquem uma região no formulário, vocês podem mudar ao chegar aqui. Não é mandatório. Eu colocaria a região de Montréal e chegando aqui decidiria se ficaria aqui ou partiria pra outro lugar.

      Espero ter ajudado.

  14. ola pedro tudo bem,vc nao me conhece mas estava lendo o seu blog,gostaria de saber algumas informacoes com relacao a trabalho na area de enfermagem,pois sou enfermeira graduada e tenho interesse em trabalhar no canada,e necessario que se tenha o ingles ou outra lingua,qual e o processo para conseguir imigrar neste pais.abracos

    • Oi Fabiola,

      Se você pretende morar na província do Québec, pra trabalhar como enfermeira só se você falar francês. Se você pretende ir pra outras províncias (Ontario: Toronto, Ottawa, Mississauga; Alberta: Edmonton, Calgary; British Columbia: Vancouver, Victoria; Manitoba: Winnipeg; etc) você vai precisar de Inglês. Enfermagem é uma profissão regulamentada, então é preciso fazer parte da Ordem de Enfermeiros da província para poder trabalhar. A boa notícia é que como há uma alta demanda por enfermeiros, pelo menos aqui no Québec, o processo de imigração é tratado com mais rapidez. Basicamente existem dois processos de imigração: o processo Federal e o processo do Québec, então se você decidir ir pra qualquer outro lugar que não seja o Québec você deve partir pro processo Federal, caso contrário o mais indicado é optar pelo processo do Québec.

      Qualquer dúvida é só falar! Abraços.

  15. Ola Pedro, muito legal seu blog. Estou com minha entrevista marcada para junho. Você pode me tirar algumas duvidas? Na minha aplicação coloquei francês básico, mas sei que a entrevista e toda em francês. Como você acha que isso vai ser visto? Outra coisa, trabalho na área de ti(segurança). Alguma dica de que cidade devo ficar? Outra coisa, estou totalmente sem noção de salário, qual seria a receita anual por exemplo para um casal viver bem em monteal? E os impostos sobre compras, por exemplo, é como nos EUA? O preço que esta na etiqueta , ainda tem que se adicionar os taxes? Se sim, qual a taxa em media?

    Desde já agradeço antecipadamente.

    • Olá Azevedo,

      Embora a entrevista seja em francês, o entrevistador sabe que o seu nível é básico e não vai te torturar. Agora vá preparado! Eu estudei história e geografia do Canadá e do Québec, estava por dentro de atualidades. É bom que você comece a dar uma olhada também no emploiquebec.net para conhecer mais sobre o mercado de trabalho de TI. No meu caso, uma parte da entrevista foi como uma entrevista de emprego, a pessoa que me entrevistou conhecia muito da área de TI e começou a me perguntar coisas técnicas, se eu conhecia tal e tal tecnologia, etc. Se você fez cursos na área leve todos os certificados e se tiver certificações também. Trabalho em TI é mais forte em Montréal e em Québec. Já comece a olhar os sites de empregos para ver as vagas nestas duas cidades.

      Falando sobre os impostos sobre compras, aqui é como nos EUA: todos os preços são “before taxes” só que aqui paga-se muito mais imposto que nos EUA. No Québec, dois impostos são aplicados ao preço de vendas do produto: o TPS (5% – taxe sur les produits et services) e o TVQ (7.5% – taxe de vente du Québec) e a regra é a seguinte: Preço do produto x 5% = Valor a pagar de TPS; (Preço do produto + Valor a pagar de TPS) x 7.5% = Valor a pagar de TVQ. Preço total a pagar é: Preço do Produto + Valor a pagar de TPS + Valor a pagar de TVQ.

      Aqui também se paga muito imposto de renda. Por exemplo, se você ganha um salário anual bruto de 60 mil dólares canadenses espere ter um salário líquido 30% menor. Um salário de 60 mil anual é um ótimo salário para começar aqui, mas não é em todo lugar que você vai conseguir. Bom, é claro que tudo depende de sua experiência e de você saber vender seu peixe. Acho que com 3 mil dólares líquido por mês dá pra ter uma vida tranquila aqui, com tudo de bom e do melhor em casa.

      Espero ter ajudado. Boa sorte com a entrevista!!

  16. Olá Pedro,

    Estou pensando em ir morar no exterior para trabalhar, também trabalho com TI.

    Não sei se vou para a Austrália ou Canadá, o que você me diz daí? Você gosta?

    Eu já morei na Austrália, porém não sei se vou pra lá novamente ou para outro lugar.

    Abraço.

    Thomás

  17. Olá Pedro!

    Espero que você continue blogando e ajudando o pessoal que quer se aventurar a imigrar. É por causa de gente como você que estou preenchendo meu formulário de imigração nesse instante.

    Como está o mercado Java por aí? De vez em quando eu entro no monster.ca e vejo algumas vagas, fico bem animado!

    Espero que em menos de um ano a gente tome uma cerveja juntos!
    Um abraço!

    • Danilo, se você acompanhar os sites de ofertas de emprego vai ver que sempre tem novas vagas para desenvolvedor Java surgindo a cada dia. E um dado importante, as vagas anunciadas em sites geralmente correspondem a somente 20% de todas as vagas disponíveis. Aqui mesmo onde trabalho agora tem 4 vagas abertas, e aumentando.

      Precisando de ajuda é só entrar em contato e quando chegar vamos sim tomar uma cerveja gelada!! Boa sorte!

  18. Danilo, excelente iniciativa ! Fiz minha vida aqui trabalhando com tecnologia, desde o colégio técnico estagiei como desenvolvedor, depois a faculdade de Ciências da Computação e ai fui subindo os degraus na carreira com o passar dos anos, já trabalhei como desenvolvedor de diferentes tecnologias: Basic, Visual Baisc, ASP,PHP, .NET, Java, Oracle, SYBASE, SQL SERVER e ainda com as siglas PMI, ITIL, COBIT etc.. Já trabalho a 15 anos com tecnologia. Atualmente trabalho com gestão de projetos em trabalhos direcionados a Performance e Tunning de Base de Dados Oracle e WebLogic. Gostaria de saber de você o que eu devo esperar em termos de valor de salários para uma pessoa com o meu perfil ?
    Grande abraço

    • Celso, salário aqui depende muuuuuito da empresa onde você vai trabalhar. Para uma posição de Senior, salário inicial tá beirando a faixa de 70 mil por ano. Se você trabalhar por contrato (tipo PJ) aqui em Montréal é possível conseguir entre 45 e 50 dólares por hora. Agora como aqui paga-se muito imposto, quando for negociar salário tenha em mente que o seu salário líquido vai ser em média 30% menor.

  19. Pedro me perdoe por trocar o seu nome na pergunta acima !
    Vamos trocar emails eu devo concluir meu processo de imigração e ir para o Canada no mês de março de 2011 ! Vou com a família minha esposa e meu filho de 10 anos. Abracooo

    • Março ainda faz frio pra caramba aqui!!! Se quiser evitar o frio intenso programe sua viagem para final de abril, começo de maio pelo menos. Boa sorte!!

    • Olá Thomas, vi seu comentário anterior mas como tô num período de mudança aqui eu tô sem tempo pra responder / atualizar o blog. Como profissional da área de TI, não tenho nada do que reclamar aqui no Canadá. Aqui ganha-se um salário justo pelo trabalho, mas paga-se muito imposto. Em compensação, com o dinheiro que sobra dá pra ter um ótimo padrão de vida. Se você pensa muito mais em dinheiro do que em qualidade de vida não venha pra cá, vá pros Estados Unidos ou outro país. Se finalmente decidir vir pra cá, você tem que decidir antes em qual região vai morar por que os processos de imigração são distintos.

      Olhei o seu currículo, acredito que você conseguiria um emprego aqui no Canadá sem muita dificuldade. Entretanto, antes de enviar o currículo para alguém procure formatá-lo no padrão norte americano. Dá uma olhada em sites como monster.ca e jobboom.ca para saber como redigir o currículo e também uma carta de motivação.

      Abraços.

  20. Olá Pedro!

    Fiquei feliz em saber tudo isso. Sou professora de português e enfermeira e
    em breve gostaria de algumas orientações sua, se possível.

    Obrigada!

    God Bless You!

  21. Faaaala pedrocs, lendo as perguntas do blog estou tendo a ousadia de perguntar algo que normalmente faria pessoalmente. Isso mesmo pessoal, sou amigo de Pedro. Mas o motivo da pergunta é entender o que motiva esse tipo de decisão. Então aí vai: Para quem não sabe Pedro ganhava bem aqui no Brasil, tinha um excelente emprego, goza de prestígio na instituição e trabalhava em uma área meio estratégica. O que fez você abrir mão de tantas conquistas? Você já conseguiu aí a mesma receita e qualidade de vida que tinha aqui? Certamente essa pergunta ajudará na tomada de decisão de muitos. Abraços…

  22. Oi Pedro!
    Seu blog é mto bom! Parabéns!
    Eu estou aqui no Canada em Montreal, estou passando aqui 6 meses na casa d uma amiga e simplesmente estou amando e estou querendo imigrar!
    Eu me formei no Brasil no final do ano passado e por isso nunca trabalhei!
    Eu me formei em odontologia.
    você acha que seria melhor eu voltar trabalhar por volta de 1 ano e depois aplicar?
    Eu estou pensando em fazer minha pós graduação aqui, também queria saber se podeira vir pra cá e começar a fazer a pós como estudante internacional mas ao mesmo tempo dar entrada da residencia e esperar por ela aqui ?!?!
    Desde já obrigada pela sua ajuda!
    Bianca

    • Oi Bianca,

      Olha, sua profissão é a mais difícil de ser aceita aqui no Québec. Sugiro que antes de tentar imigrar, já que você está aqui, vá à Ordem dos Dentistas do Québec e procure se informar sobre as suas possibilidades para ser aceita pela Ordem. Imigrar em si não é difícil, você poderia aplicar a qualquer hora, mas ser aceita aqui pela ordem é o maior empecilho.

      Uma opção interessante para o seu processo de imigração seria fazer justamente isso de vir estudar aqui e aqui mesmo fazer o pedido da residência permanente.

      Desculpa a demora em responder, tempo tá escasso pra mim.

      Boa sorte.

  23. Pingback: Pedro Silva » Blog Archive » O que me levou a imigrar

  24. Oii Pedro, curti bastante seu blog, muito bom!

    Eu e meu marido temos pensado em participar do processo de seleção para Quebec, porém devo dizer que ainda tenho duvidas. Meu maior receio é referente a oportunidades de trabalho. Sou consultora operacional Oracle, meu marido formado em Sistemas, trabalha hoje com gerenciamento de projetos. Embora escute falar que existe bastante oportunidade para a area de TI, você sabe me dizer se isto procede? Em quais cidades existem maiores oportunidades? E para nossas atividades hoje, será que teriamos dificuldades em nos colocarmos??

    Penso se não seria mais simples tentarmos uma colocação daqui, mas muito pouco escuto falar de pessoas que já foram para ai empregadas. Será mais complexo conseguir um emprego daqui do Brasil?

    Muitas perguntas né?!, mas se puder me orientar fico extremamente agradecida!

    Giseli

    • Oi Giseli, tudo bem?

      Sim, existem muitas oportunidades na área de TI aqui no Canada, isso não é mito não. Agora, isso não significa que alguém vai ser contratado automaticamente só porque é da área de TI. Até onde eu conheço, as cidades com mais oportunidades nesta área são: Toronto, Ottowa, Montréal e Québec. Disconheço cidades de outras províncias. Sobre a área de vocês, a resposta é sim, com certeza!

      Tentar uma colocação daí é possível, mas não é fácil. Conheço pessoas que conseguiram, mas esta é a exceção à regra. Se vocês forem tentar, eu recomendo que o façam quando já tiverem o visto nas mãos, já que quem está contratando é porque precisa de profissionais, eu diria, imediatamente.

      Espero poder ter ajudado. Se tiver mais dúvidas, é só escrever aqui no blog.

      • Fala Pedro,

        Você sabe como está o mercado de ABAP por aí? Tem vagas para junior com 2 anos de experiência em ABAP e formação de tecnólogo?

        E o mercado de Java? Tem vagas para junior com 2 anos de experiência em Java Web e formação de tecnólogo?

        Agradeço a ajuda

        • Marcelo, quando você diz ABAP você está se referindo à SAP ABAP? Tem um centro de desenvolvimento da SAP aqui em Montréal, fica até perto daqui de onde eu trabalho, mas desconheço o que desenvolvem por lá. O que eu sei é que sempre vejo demanda para desenvolvedores com experiência em SAP.

          Mercado de trabalho pra Java aqui em Montréal é muito bom, sempre tem oportunidades e em todos os níveis, muito embora seja mais fácil encontrar vagas para Intermediário ou Senior. Para Jr até tem, mas o salário é muito baixo, IMHO.

          • Pedro, eu andei pesquisando as vagas em vários sites de emprego mas não aparecem milhares de vagas como aqui no Brasil. Fora esses sites, quais seriam outros meios de procurar emprego em Québec? Pelo oque você sentiu qual é a melhor forma de procurar emprego?

            Valeu pela resposta anterior, já ajudou muito.

          • Marcelo, o jeito mais fácil de conseguir um emprego aqui é através de indicação. Não tem jeito, a grande maioria das vagas de emprego nunca chegam a ser publicadas, é tudo no boca a boca. Pra quem não conhece ninguém, que é o nosso caso quando acaba de chegar, não tem outro jeito a não ser ficar fuçando a internet à procura de vagas, correr atrás de empresas de recrutamento ou até mesmo ir bater de porta em porta. Pra cada tipo de emprego/vaga vai ter uma estratégia que vai cair melhor.

            Abraços

  25. Olá Pedro! Sou professora de português no Brasil, tenho graduação na área e outros cursos + experiência acima de 1 ano, tenho 24 anos e sou solteira. Com esse status, vc considera possível que eu aplique? No meu caso tenho inglês fluente pois anteriormente estudei no Canadá e então minha localização de interesse é mais a parte canadense inglesa. O que vc me diz, amigo? Obrigada desde já!

    • Oi Ludmila, como professora de português acho que você não conseguiria não. Não tem (pelo menos nunca vi) demanda para professores de Português aqui. Até tem para professores de francês ou inglês mas mesmo assim, ainda é complicado já que estas não são nossas línguas nativas. Para ir para a parte inglesa, via de regra, você vai ter que fazer o processo federal, que tem uma tabela de profissões em demanda bem restrita. Dá uma olhada neste link só para você ter uma idéia: http://www.cic.gc.ca/english/immigrate/skilled/apply-who-instructions.asp#list.

  26. Olá Pedro,

    Está muito frio por aí? Rsrs
    Pela sua experiência qual a sua visão da imigração? Já trabalho na área de TI a um bom tempo e sou bem remunerado, mas tenho vontade de sair do Brasil. Qual a sua opinião sobre isso? Acha que vale apena?
    Sou casado e tenho duas meninas, uma de 10 e outra de 4 anos, pra elas o Canadá seria um bom lugar para crescer?
    Desde já agradeço pela atenção.
    Valeu.

    • Olá Daniel,
      Hoje tá fazendo 3ºC, o que para os padrões brasileiros é frio pacas, mas para quem pegou temperaturas de -22ºC, tá calor já hehehe. Então, mudar de país só por mudar pode te levar a desilusões. Na minha opinião, é preciso ter um motivo bem forte para tomar esta decisão porque o que vai acontecer é que você vai largar uma vida já estruturada num país para começar do zero em um outro lugar. É o famoso trocar o certo pelo duvidoso. A pergunta que você tem que se fazer é: vale a pena arriscar? Se a resposta for positiva, então se jogue. Pra mim valeu muito a pena mudar, foi foda no início mas a recompensa veio até antes do prazo que eu havia estiuplado. Aproveite e dê uma lida neste outro post do meu blog: http://www.pedrosilva.com.br/blog/o-que-me-levou-a-imigrar/. Abraços.

  27. Boa tarde Pedro.
    Tenho uma dúvida com relação a um diploma que eu possuo. Eu tenho uma habilitação técnica de nível médio em química, e sou formado pela ETEC – São Paulo.
    Gostaria de saber se existe a possibilidade de imigrar para o Québec somente com este curso técnico, mas vale lembrar qua não cursei em universidade, somente em escola técnica.
    Hoje estudo Biomedicina em uma Universidade, o que é melhor? Tentar imigrar com o técnico ou esperar para me formar em Biomedicina?
    Posso imigrar somente com o técnico?
    Obrigado desde já.

    • Anderson, dependendo da área, para efeito do processo de imigração um curso de nível técnico vai pontuar exatamente como um curso de nível superior. Então, sim, é possível fazer o processo somente com o nível técnico. Agora, para trabalhar é claro que quem tem nível superior vai ter mais possibilidades e vai, eventualmente, ter uma melhor remuneração. Para trabalhar como químico você vai, necessariamente, ter que fazer uma equivalência de estudos e passar pela Ordem dos Químicos do Québec e eles é que vão definir com o que ou como você poderá trabalhar.

      Para imigrar vale a pena tentar com a área que você já tem experiência de trabalho. Com relação a biomedicina, primeiro tem que ver se existe esta profissão aqui e se é regulamentada e se é possível exercê-la tendo sido formado em outro país. Talvez valha a pena terminar a faculdade aqui.

      Abraços.

  28. Muito obrigado pela ajuda Pedro.
    Tenho uma pergunta com referência ao curso do francês na Aliança Francesa. Você fez quanto tempo de curso pra poder dar entrada no processo?
    Parabéns pelo sucesso cara, e até mais.

    • Na Aliança Francesa seriam 3 semestres, que é o equivalente aos 3 níveis do Básico. Se você puder, avalie a possibilidade de fazer os 3 em um só semestre (custa caro pacas) ou cursar um semestre normal e fazer um intensivo de inverno e/ou verão, que vale muito a pena já que é um semestre em um mês. Foi assim que eu fiz.

      Abraços.

  29. Pedro, parabéns pelo blog (uma referência no assunto).
    Tenho 37 anos, moro (ilegal) me Genève – Suíça e estou pegando minha residência portuguesa. Aqui na Suíça é muito difícil se legalizar.
    Sou Téc. Informática e minha esposa (junto a 8 anos)é auxiliar de enfermeira (Brasil).
    Você acha que podemo dar entrada no processo em Portugal e se temos boas chances de conseguir, já que temos uma idade avançada?
    Estou querendo fazer curso de inglês e francês e ir com boa noção de francês e básico de inglês.
    Meus cursos são de 10 anos e sempre trabalhei como autônomo, prestando serviço.
    Aguardo conselhos, dicas…

    • Charles, vou ser sincero, no seu caso a idade pesa bastante. Talvez se a sua esposa for mais jovem, ela pode ser a requerente principal e ai não teria problema. Como ela é da área de enfermagem, é possível que ela tenha mais chances, já que é uma área com grande carência de profissionais. Agora, o que você pode fazer para ter certeza é fazer o teste online, no site do Ministério de Imigração do Québec. Faça o teste colocando você como requerente principal, se não conseguir coloque a sua esposa, se ainda não conseguir vá alterando a sua nota em conhecimentos de francês e veja no que dá.
      Abraços e boa sorte.

  30. Salut Pedro!!!Estava meio desanimado mas lendo seus posts me animei para ir para québec, sou enfermeiro e tenho me dedicado nas aulas de francês!!Gostaria muitode tê-lo em meu MSN, se puder por favor me add, para que eu possa tirar algumas dúvidas com vc!!Desde já agradeço e que Deus te abençoe!!!

    • Salut Thiago, tudo bem? Olha só, faz muito tempo que eu não uso msn, então eu vou te encaminhar um email, e aí você pode me encaminhar suas dúvidas por ele, ok? PS. Removi seu email do comentário que você deixou. Abraços!

  31. Olá meu caro Pedro, parabéns pelo blog, muito bom e super interessante, pesquisei muito na web e não encontrei grande coisa, mas esse me surpreendeu. Parabéns.
    Como vc é da area de IT tb, quero tirar uma dúvida.
    Hj trabalho como Analista de Suporte na IBM Brasil, mesmo sendo uma grande empresa, aqui no BR sabe como são as coisas né.
    Então tenho ideia de imigrar pro canadá, após o meu período de Intercambio(Março).
    No momento sou formado em TI (tecnólogo), possuo mais de 5 anos em Suporte Windows e afins, c/ certificação Itil.
    Acredita que vale enfrentar essa empreitada no Canadá?
    tenho receios (como todos que pensam em um dia imigrar), mas fico na dúvida em qual cidade escolher, Quebec é show, mas tem um negativo, o francês.
    Podemos conversar mais via msn?
    Um forte abraço e sucesso ai nas terras geladas.

    • Oi Leandro, tudo bem?

      Primeiramente, queria agradecer as palavras de incentivo. Mais uma razão para continuar mantendo o blog, mesmo que não tão atualizado como eu gostaria…

      Bom, imigrar acima de qualquer outra coisa na vida, é uma decisão muito pessoal. Eu poderia te dar inúmeros motivos para imigrar e outros inúmeros motivos para ficar no Brasil. Acho que você tem que pesar na balança os prós e contras e se decidir. E como você está vindo pra cá fazer um intercâmbio, você vai ter uma ótima oportunidade para conhecer o estilo de vida canadense, conhecer um pouco do país e, assim, ter mais insumos para tomar sua decisão.

      Agora, eu posso te dar a minha opinião: imigrar foi a decisão mais acertada que eu fiz na vida. Quase tudo que eu tracei como objetivo já foi alcançado, já tenho um bom padrão de vida, muito melhor do que o que eu tinha no Brasil e eu tô bem satisfeito. Agora, também conheço pessoas que não tiveram a mesma experiência que eu, e que se decepcionaram um pouco com o Canadá.

      Na sua área, tenho certeza que você vai conseguir uma boa colocação e aí, sucesso é só uma questão de tempo.

      Agora, o problema é que atualmente, o processo federal não aceita mais aplicações para a área de TI sem oferta de emprego, o que restaria somente o Québec e, aí, como você falou, o francês pode ser um ponto negativo. Agora, uma vez aqui no Canadá, você poderia ir pra outra província, ou continuar aqui falando só Inglês (sim é possível).

      Finalizando, como não tenho mais msn, eu vou te mandar o email do blog para você entrar em contato, ok?

      Forte abraço e boa sorte.

      • Obrigado pelo retorno Pedrão!!
        Pesquisei mais um pouco e realmente essa área ta bacana….mas preciso me preparar mais!!
        Conheci uma pessoa que esta no processo há mais de 10 meses, no momento me ajudando muito.
        Referente ao francês, estou de olho no retorno do intercambio, já pra entrar nessa empreitada!
        Mas queria uma opinião…ajudaria fazer 1 semana de francês no Quebec antes de terminar o intercambio, assim já entrar no processo?
        Obrigado….sucesso pra ti!!! Abraço

        • Leandro, 1 semana é muito pouco. Não vale a pena não, você não vai aprender nada e vai perder tempo que poderia estar conhecendo a cidade. Pra ajudar, teria que ser pelo menos 1 mês…
          Abraços.

          • Pedrão!!!
            Só gostaria de compartilhar uma novidade, resolvi mudar o curso de inglês para francês, agora sim, 2 meses de francês em Quebec, com 192h de curso ja é um bom começo pra dar entrada no processo!! Vlw pelas dicas.
            há, te add no facebook,
            Um abraço!! \o/

          • Boa, meu velho! Estes dois meses de curso de Francês aqui vão te dar um bom upgrade. Vai dar pra perceber o que te espera quando vier pra cá em definitivo.

            Agora, lembre-se: nunca pare de estudar inglês também. É muito importante na nossa área.

            Você tá vindo pra cá quando?

            Abraços.

  32. Caro Pedro, parabéns pela atitude de ajudar um bocado de gente e como estou no rol dos que precisam de ajuda, pergunto-lhe/informo-lhe:

    Sou Biólogo, 35 anos, casado e tenho 3 filhos. Atualmente sou Prof de Biologia no ensino médio (13 anos de experiêcia) e tenho muito interesse em imigrar. O que acha? Que orientação daria? Já vi no site do governo que Biólogo (código 2121) está na demanda…mas tô meio perdido, porque apesar de ser formado em Biologia, não como o governo avalia (se como Biólogo ou com professor de ensino médio). Agradeço qualquer informação e parabéns. Erismar, de Brasília-DF. Sucesso ok?

    • Erismar, pelo quesito idade, você já está no limite. Se quiser imigrar você deve começar o processo imediatamente para ter chances de conseguir. Como Biólogo, para o processo a sua formação irá constar como Biologia e a sua ocupação vai ser de Professor de Biologia. Me parece que a profissão de Biólogo não é regulamentada ainda, ou seja, não possui uma Ordem (como OAB, CRM, CRA, estas coisas) então, a priori, você não teria maiores problemas para trabalhar. Se você quiser trabalhar como professor, provavelmente você terá que se informar com as comissões escolares para saber como é o processo de contratação e se você tem todos os pré-requisitos.

      Agora, já fique sabendo que para ser professor, seu francês e/ou inglês vão ter que estar bem afiados.

      Para mais informações, dê uma olhada no site da Associação de Biólogos do Québec: http://www.abq.qc.ca/.

      Qualquer coisa, volte a escrever. Abraços e boa sorte!!

  33. Olá, pedro, olha sou enfermeira e vou enviar meu dossiê agora em novembro, olha só vou enviar com 182 horas de francês, mas nao sei que nível marcar no dossiê. Terminei o A1 e vou iniciar o A2 aqui em recife, fiz também concomitantemente a école français québécois ( 80 horas destas), enfim juntando tudo deu 182 horas para dar entrada. nao tenho nada de inglês, apenas o colegial. como devo marcar no dossiê. 3 e 4 para françês e nada no inglês, merci

    • Ana, pergunta bem subjetiva não acha? Eu acho que com 182h você já teria o nível débutant completo, então eu marcaria pelo menos 4 em francês. Com relação ao inglês, como você se avalia? Se você tem alguma noção não deveria ser zero, não é? Abraços.

  34. Em primeiro lugar, gostaria de te parabenizar pelo blog, pela iniciativa e pela conquista. Pedro, sou enfermeira, tenho 25 anos e meu namorado engenheiro (27 anos), estamos fazendo um curso de francês e possuímos inglês a nível avançado. Como devemos preencher o formulário para processo de seleção, já que não somos casados?
    Uma outra dúvida é em relação a equivalência de diploma, como proceder?

    Desde já agradeço.

    • Ana, você tem três opções: ou faz o processo separado, ou casa, ou pega uma declaração de união estável num cartório. Com relação a este último, eu não sei se esta declaração tem que ter um ano, ou seja, você deveria ter feito isso há um ano, ou se você precisa provar que mora junto com ele há pelo menos um ano. Esta dúvida você provavelmente vai ter que tirar com o Escritório de Imigração do Québec. Você já foi em alguma palestra de imigração?

      Com relação à equivalência de diploma, isto só acontece quando você chega aqui. Para se informar sobre o processo, entre neste site: http://www.immigration-quebec.gouv.qc.ca/fr/education/evaluation-comparative/.

      Abraços,

  35. E aí Pedro? Eu de novo, meu caro! Espero q esteja tudo bem.Bom, depois de seguir algumas de suas orientações (ver o site da Sociedade de Biólogos),pintaram umas dúvidas: vai acontecer em Curitiba e São Paulo um processo de recrutamento pro pessoal de TI. Fiquei pensando se seria possível ou pertinente comparecer…o que acha? E ainda, estive numa dessas agências de intercâmbio e conheci os programas do tipo work study. O que sabe sobre esses emepregos? Fui informado que são emprego bem simples ( pra conhecer a cultura, trabalhar fora da área de formação, ralar um bocado, enfim…), e seria uma remuneração em torno de 8 a 15 dólares (só pro café mesmo, né?) por hora (com uma carga de 25 a 40 horas semanais…enfim, tava pensando em participar desse intercâmbio e ganhar uma graninha só pra repor algum valor do investimento. Pergunto-lhe ainda: será q ao fazer o intercâmbio poderia manter ou fazer uns contatos na minha área de formação? O que acha? obrigado e desculpe se fiz alguma pergunta impertinente. Valeu e sucesso pra vc….tudo de bom mesmo…

    • Erismar, particularmente acho que não tem muito a ver você ir pra um recrutamento de TI sem ser da área de TI. Aqui, quando este tipo de evento acontece, só entra quem é da área… Não sei aí como vai ser. Sobre estes programas de intercâmbio, pode sim valer a pena, agora uma coisa que você tem que se preocupar é em dar logo entrada no processo por causa da sua idade. Se você esperar muito é possível que você não seja aceito, e aí vai ser tarde demais. De repente, o que você pode fazer é vir pra cá depois de receber o CSQ. Com isso você ganha tempo, já que poderia ficar aqui enquanto o processo federal anda, o que está demorando entre 12 e 14 meses… Abraços.

  36. Pedro, mais uma vez parabéns pelo blog, por contribuir com o seu tempo para ajudar outras pessoas a entender melhor o que é preciso pra imigrar para o Canadá.
    Gostaria de tirar algumas dúvidas com você:

    Tenho 30 anos e sou formado em tecnologia da informação com ênfase em gestão de negócios, tenho também MBA em gestão estratégica de empresas e atualmente trabalho na IBM com suporte a um sistema de vendas de uma empresa de telecom dos Estados Unidos. Comecei a estudar francês e tenho interesse em dar entrada em breve no processo de imigração para o Canadá. Morei por dois anos e meio na Irlanda e por isso, entre outros motivos tenho apenas um ano de experiência em TI(Na Irlanda por ser estudante não consegui emprego na área). Minha esposa é Jornalista, tem inglês avançado e tbm está estudando francês. Você que tbm é da área de TI, acha que é difícil eu ser aprovado no processo de imigração e conseguir uma vaga ai? Olhando nosso perfil assim por cima, você que já passou por isso, acha que temos chances?

    • Olá Thiago, acho que você tem chances sim. Quando você tiver com o nível de francês requerido para o processo você já terá também acumulado mais anos de experiência, isso vai ajudar bastante. Agora, para avaliar suas chances, faça o teste online que tem no site do Ministério de Imigração do Québec. Ele vai te dizer, baseado em outros critérios também, se você tem chances ou não de ser aceito.

      Abraços e boa sorte.

  37. Olá Pedro!Espero que esteja bem, cara.Ante de mais nada, mantenha seu blog ativo (como tem feito muito bem), obrigado mesmo!Você tem ajudado muita gente.Sua história de vida é 10! Minha esposa e eu estamos juntando a documentação tal como postei outrora e na segunda feira próxima vou à Pol. Federal aqui em Brasília, sabe, pra dar entrada no passaporte. Daí pintou uma dúvida (desculpe a ignorância, ok? Dúvida muito simples): Vi o dossiê que o Igor Correa (muito os vídeos durantes o voos) enviou e aí fiquei na dúvida: como enviar o dossiê (pasta, simples envelope, encadernação, etc).Porque o que o igor colocou no blog dele é muito bem apresentado. Acessei o site da associação de Biólogos que você sugeriu e foi muito bom. Nos ajudou muito.Valeu e parabéns pelas merecidas férias. Té mais…

    • Olá Erismar, obrigado pelo feedback. É sempre bom saber o que as pessoas têm achado do que eu escrevo, principalmente quando os comentários são positivos e de incentivo.
      Sobre o dossiê, devo fazer um esclarecimento. O Dossiê que interessa pro processo é formado por todos os documentos/formulários que estão descritos na página do Escritório de Imigração do Québec. Isto que o Igor fez, e chama de Dossiê, na verdade é um projeto de imigração, onde ele fez pesquisa do mercado de trabalho, informações sobre o Québec, custo de vida, um orçamento, etc. Para o processo, para o MICC, isto não serve para nada. Eles nem olham, nem querem saber. O que eles querem saber são os documentos que eles solicitaram. Voltando à sua pergunta, este dossiê (como o que o Igor fez) não se envia para o escritório de imigração. Se você decidir fazer um igual, leve-o no dia da entrevista.

      Espero ter ajudado / esclarecido. Abraços.

      • Olá Pedro! Como vai? Espero que esteja tudo bem ok? Bom… vc tem nos ajudado bastante! Obrigado! Tive mais uma dúvida quanto ao bendito dossiê: No que tange ao certificado de autonomia financeira, sabe? Eu preciso comprovar valores(últimos contra cheques,etc… já pesquisei sobre os valores para cada um membro da família no meu caso) e anexar ao formulário? Porque minha casa está a venda no momento para que eu possa usar parte do dinheiro no processo, entende? Não estou com grana suficiente em conta…o que diz frente à sua experiência? Tenho grana pra dar entrada no processo…tenho passaporte mas esse certificado tem me tirado um poudo o sono. Se puder dar alguma orientação, a mesma será muito bem vinda. Obrigado mais uma vez.

        • Erismar, com relação ao formulário CONTRAT RELATIF À LA CAPACITÉ D’AUTONOMIE FINANCIÈRE, ao preenche-lo você está se comprometendo a ter um determinado valor em dólares canadenses quando da sua chegada aqui no Canadá. É só isso, simples assim. No meu caso, quando fiz entrevista, eu até levei um histórico bancário, histórico de poupança para o caso de eles perguntaram, mas nem isso fizeram. Uma vez que você assina o documento você está assumindo um compromisso e eles levam este tipo de coisa bastante a sério aqui. Agora, por precaução, faça isso: no dia da entrevista, leve históricos bancários, leve uma avaliação financeira do seu imóvel para comprovar que você vai ter pelo menos o mínimo que eles exigem.

  38. Olá,

    Eu gostaria de saber se para o processo de Quebec eles aceitam graduação politecnica de 2 anos e meio. E se aceitam, no teste on line, fiquei em dúvida em qual opção escolhar. Pode me auxiliar?

    Obrigada!!!

  39. Olá Pedro,

    Eu e meu marido estavamos nos preparando para o processo federal pois o quesito idade estava pegando para o processo de Quebec. Temos 38 anos,porém pesquisando novamente nos sites do Quebec percebemos que temos chance sim, pois temos dois filhos, desta forma estamos equiparados a um casal de 35 sem filhos, pois a idade nos dá 10 pontos + 8 pontos dos filhos(4+4), ainda saimos lucrando 2 pontos, visto que a nota maxima de idade é 16 pontos.

    Agora vamos nos mobilizar para fazer no minimo 200 horas de Francês para dar o ponta pé inicial.

    Só para constar 35% de pedidos de imigração para o Quebec são de pessoas entre 35 e 44 anos.

    Abraços

    Elaine

  40. E aí grande Pedro! Finalmente uma palestra em Brasília de novo…finalmente. Bom, como todas as informações a um aspirante a imigrante são poucas ( com certeza não pela qualidade e quantidade de informaçõe mas simplesmente por causa da bendita ansiedade), mas uma vez preciso de sua ajuda (se puder é claro). Bom…direto ao assunto: como vai a demanda (na prática, porque já vi no emploi québec que é grande) para cozinheiros e a remuneração? Sabe de algo. Eu além de entrar com o processo penso em mudar de profissão entende? Meio maluco? Espero que entenda, sabe? Obrigado mais uma vez cara, tão logo daremos entrada no processo (minha esposa eu e filhos) um abraço e toda a felicidade possível pra vc…té mais.

    • Fala Erismar, tranquilo?

      Acredito que neste caso não vou poder te ajudar muito, já que não conheço muito da área de Restauração aqui no Québec / Canadá. Se está com demanda é um bom sinal, certo? Não demore muito para dar entrada no processo, fiquei sabendo que a partir de 2012 vai ficar mais complicado. Os documentos terão que ser enviados ao Escritório de Imigração na Cidade do México…
      No mais, assim que tiver tempo eu vou dar uma pesquisada para ver se encontro algo relativo a remuneração e volto a entrar em contato.

      Abraços.

      • Fala Grande Pedro! Valeu mais uma vez cara. Bom, permita-me uma breve correção: é restaurante e não restauração..ok? É que como sou professor e para exercer essa profissão já pesquisei e vi não vai ser tão simples preciso otimizar o plano B entende…só que na verdade esse plano B pode vir se tornar minha verdadeira profissão por aí… e não bastasse isso pintou uma oportunidade na indústria farmacêutica pra mim na função de representante comercial (vc conhece aquele pessoal que visita os médicos apresentando e vendendo medicamentos?)…sei que é dar tiro para vários lados, mas tudo gira em torno da possibilidade de demora em exercer a profissão de professor de nível médio por aí…tem demanda para os dois (cozinheiro e representante comercial na ind. farmacêutica) e ambos seriam o plano B e como já tenho 15 como professor penso que seria interessante conseguir um ano e meio ou dois anos(enquanto rola o processo) pra ter experiência na profissão do plano B, entende? Mais uma vez, obrigado e todo o sucesso e toda a felicidade pra vc ok? Valeu e aguardo sua ponderação…

        • Oá Erismar, na verdade o termo correto é Restauração, mesmo que soe estranho. Restauração, em francês Restauration pode referir-se a: Restaurante — estabelecimento destinado ao preparo e comércio de refeições, uma atividade usualmente designada como restauração. Bom, mas voltando ao assunto do plano B, acho válido ter um plano B, mas não atire pra tudo quanto é lado não, foque em um plano e se especialize nele. Abraços e boa sorte.

          • KKK…e eu achando que estava fazendo uma correção…kkk! Valeu mais uma vez Pedro…Essa de tentar te corrigir foi engraçada…foi mau ok?

  41. E aí Pedro! Acabei de falar com o Gilles (do Ministério da Imigração)…ele disse que apartir de agora um DALF ou DELF deve estar junto ao pedido de início ao processo (formulário do dossiê). Que facada cara…vou precisar estudar muito e já tenho 35 anos…faço 36 em junho…deu pra dar uma desanimada…terrível! Vc tem experiência nessas provas?DALF/ DELF? Falei com ele sobre o plano B e ele adorou…mas… DELF/DALF, idade, blá, blá, blá…

    • Erismar, nunca fiz DELF/DALF mas me parece que tem vários níveis para cada um destes testes. Agora, me parece que não são complicados, conheço algumas pessoas que fizeram o teste numa boa. Não desanima não, tenta fazer uns cursos intensivos e estudar bastante que você consegue.

  42. Oi Pedro,
    Tudo bem?
    Gostaria de saber se posso tentar conseguir um emprego como motorista de caminhão por aí, já tenho 39 anos e tenho uma grande experiência, você acha que consigo arrumar um emprego pela internet? E consigo a contatar a empresa antes de dar entrada nos documentos?
    Falo o básico em Francês e estou estudando.
    Aguardo resposta.
    Um abraço

    • Poder, pode, existe até uma demanda para profissionais que tenham experiência com caminhões “peso-pesados”. Você pode procurar informações sobre o processo federal e também processo provincial, relativo a esta profissão. Agora sobre ser contratado eu não sei se seria tão fácil assim estando no Brasil, até porque você vai ter que fazer todos os testes de direção aqui para poder conduzir estes veículos, só isso já vai exigir um tempo e dinheiro também. Agora não custa nada tentar, procure na internet e veja se acha alguma coisa. Abraço.

  43. Ola Pedro,

    Trabalho na area de TI, sou programador de dispositivos mobile e designer. Sou casado e tenho um casal de filhos com 2 e 7 anos. Gostaria de saber como esta o mercado de TI no Canada para Brasileiros? E se seria melhor eu tentar um visto de trabalho antes de ir para o canada tentar a sorte. Eu ate pensei em ir a passeio para toronto e chegando la procurar por emprego para ver se rolava, acho que fica mais dificil de cnoseguir estando no Brasil. Abraco!

    • Oi Pedro,

      Eu estou super ancioso e nao conseguir me conter de perguntar sem antes ler as outras perguntas que foram feitas para vc. Me desculpa mas acho que vc ja respondeu sobre o mercado de TI no canada para brasileiros. ;) Adorei o seu blog e estou tirando muitas duvidas atraves da sua experiencias ai.
      Vc poderia me indicar algum blog ou site da area de TI que tenha algumas vagas? Obrigado!!!

    • Olá Cezar, o mercado de TI anda muito bem, graças a Deus, não só para brasileiros, mas para quem tiver a experiência que eles buscam aqui. Conseguir o visto de trabalho é possível, mas não é tão trivial assim. Se você puder iniciar o seu projeto de imigração eu recomendaria. Abraços.

  44. Olá Pedro !!!
    Acabo de receber o e-mail abaixo do escritorio do Québec de São Paulo, ele trata de algumas mudanças no processo de imigração, talvez depois de ler você queira fazer algum comentário ou mesmo abrir um novo post a respeito…
    Fiquei apreensivo pois estou começando a aprender françês (iniciei em uma escola de idiomas agora neste semestre,e o meu objetivo é de iniciar o processo por volta de 2013 (eu e minha esposa, e filhinha pequena)…
    Aguardo algum comentario …

    Att: Juliano Silva

    ======== Email recebido do Escritorio de São Paulo ========

    Bom dia,

    Pedimos a gentileza de tomar conhecimento das mudanças referentes ao processo de envio das demandas de imigração ao Escritório do Québec em São Paulo:

    Informamos que o Ministério de imigração e das comunidades culturais do Québec determinou a reorganização das operações dos escritórios localizados em territórios estrangeiros. Em razão destas mudanças, as atividades do Escritório de Imigração do Québec em São Paulo serão transferidas ao México e, a partir de 1° de janeiro de 2012, será necessário enviar as demandas de certificado de seleção diretamente ao escritório de Imigração do Québec no México, no endereço abaixo:

    Délégation générale du Québec
    Bureau d’immigration du Québec à Mexico

    Av. Taine 411, Col. Bosque de Chapultepec (Polanco)
    México, D.F. 11580
    Mexique

    As atividades de promoção, bem como as entrevistas de seleção, continuarão a ocorrer no Brasil.

    Todos os novos candidatos à imigração na categoria “Trabalhadores Qualificados” que desejam obter pontos no quesito “conhecimento de francês” (tanto o requerente principal como o cônjuge), bem como de inglês (apenas para os requerentes principais), deverão, a partir de agora, demonstrar seus conhecimentos em expressão e em compreensão orais apresentanto, no momento do envio de sua demanda, os resultados de um teste de competências lingüísticas realisado através de um estabelecimento reconhecido pelo Ministério. Os testes aceitos são, para o francês: DELF ou DALF ou TCFQ ou TCF ou TEFaQ e, para o inglês, o IETLS. Para mais informações sobre os testes requeridos, consulte:
    Para os testes TCFQ, TCF, DELF e DALF: www2.ciep.fr/tcf/Centres/Liste.aspx
    Para os testes TEFaQ e TEF: http://www.fda.ccip.fr/tef/centres
    Para o teste de inglês IELTS: http://www.ielts.org

    A aplicação das novas regras se aplica às demandas recebidas no escritório a partir de 7 de Dezembro de 2011.

    Para obter informações sobre o processo, acesse http://www.imigrarparaquebec.ca

    Atenciosamente,
    Bureau d’Immigration du Québec à São Paulo

    • Então Juliano, o processo realmente mudou. Estão mais exigentes agora, o que de certa forma é bom (na minha opinião) pois vai afastar aqueles que não levam a imigração muito a sério. Prometo escrever mais a respeito num novo post. Abraços.

  45. Olá Pedro, tudo bem ?
    Parabéns pelo blog. muito interessante.
    Gostaria de saber se você tem conhecimento das oportunidades de multinacionais (área de seguros). tenho grande experiência na área. Falo ingles (intermediário) e já estou iniciando o Frances.
    Honestamente, estou com muita vontade e muito interesse.
    Se puder me ajudar, agradeço.

    Muito obrigado.

    MPersio

    • Olá Marcelo, infelizmente não conheço muito sobre a área de seguros. Se você tem muita experiência, provavelmente terá boas oportunidades aqui, agora para trabalhar na sua área, acredito que francês e/ou inglês fluentes é mandatório.

  46. Olá, Pedro. Tudo bem?

    Tenho 21 anos e trabalho em um terminal de containers aqui no Porto de Santos.
    Notei que tem um porto em Vancouver (o 4º maior da América do Norte) e gostaria de saber se esta área é bem vista e remunerada no Canada, pois vejo apenas comentários sobre oportunidades na área da Saúde, engenharia civil etc..
    Fico no aguardo de informações…desde já agradeço você!

    (fiz um blog tbm..http://paralleltocanada.blogspot.com/)

    • Mateus, gostaria de poder ajudar, mas não conheço nada da sua área de atuação. Com certeza, se você procurar no google, você vai encontrar blogs de brasileiros que trabalham na mesma área que você, aqui no Canadá. Abraços e boa sorte.

  47. E aí Grande Pedro! Bom “falar” de novo com vc! Espero que esteja tudo bem com vc ok? Mil felicidades em 2012 , 2013, 2014…….
    Bom, como fiquei um pouco desanimado com o processo provincial, vc acharia relativamente fácil o federal? Teria algum conhecimento? Resumidamente (para poupá-lo)? Obrigado…

    • Olá Erismar, obrigado pelos votos de felicidades. Receba também os meus sinceros votos de Feliz 2012, de muito sucesso e realizações.

      Sim, tá desanimado porque? Não conheço muito do federal, o que eu sei é que existe uma lista de 29 profissões que eles aceitam pedidos de imigração, sem oferta de trabalho. Se sua profissão não for uma destas, então só com oferta de trabalho… Também exigem fluência comprovada em inglês e 10 mil dolares canadenses, também comprovados. É mais simples em termos de burocracia, mas pode ser mais complicado pelos pré-requisitos… É tudo o que eu sei. Se eu puder ajudar, entre em contato. Abraços.

      • Olha só Pedro! Aqui no SENAC em Brasília vai rolar um curso web designer (já tenho curso de eltrônica básica e meu ensino médio foi téc. em contabilidade, só pra constar). Como estou desesperado e preciso dar entrada no processo esse ano, pergunto-lhe: se eu fizer esse curso (web designer – 220 horas- e me dedicar a essa área) vc acha que pode facilitar o processo…Como vc já citou outro momento (“não atirar para todos os lados”), não vejo outra opção senão buscar aquilo que está em maior demanda, entende? Esse curso começa dia 21/01/12…O que acha? De repente posso pegar esse conhecimento básico em TI e aplicar à Biologia ou à minha produção de Bolos aqui no DF…e juntar todo o conhecimento pra facilitar o processo…ou estaria eu enganado? Obrigado mais uma vez ok? Valeu.

        • Erismar, eu acho que um curso de 220 horas não te qualificaria para o processo, não te ajudaria muito, esta é minha opinião. Para te qualificar, teria que ser um curso como o que você fez de técnico em contabilidade, no mesmo estilo / carga horária. Abraços.

  48. Olá,

    Depois de ter lido todas as tuas opinões, vejo que é importante saber falar e escrever francês e inglês. Eu sei o inglês básico, desenrasco-me, mas o francês, está fraco.
    Eu moro em Portugal e tenho o curso de Engenharia Civil, sei que não há equivalência em Montréal, só me dão se fizer o teste para a ordem. Se o fizer chumbo porque é tudo diferente daqui.
    Se resolver emigrar, e se quiser trabalhar como desenhador em Autocad, sabes se há muita procura?
    Se eu resolver ir para Montréal, terei que procurar trabalho, o que não sei se é fácil. Posso procurar trabalhar em autocad ou outra coisa qualquer.
    Tenho que fazer provas de francês para ir para Montréal? Eu acho que não tenho que passar por esse processo porque eu nasci em Montréal, logo sou canadiano, não preciso de visto.
    Teria que procurar outro trabalho qualquer, e por aquilo que tenho lido acho que se consegue.
    Qual é a tua opinião?

    • Olá Thierry, se você é canadense, tem o passaporte canadense, então você não precisa fazer processo nenhum. Só vir pra cá, providenciar toda a documentação para poder trabalhar (Número de Seguro Social) e procurar emprego. Com relação a ter diploma de Engenharia Civil, certamente você terá que fazer uma equivalência e provavelmente terá que se submeter a algum tipo de exame para fazer parte da Ordem, mas não vejo isso como algo impossível. Tem muito engenheiro trabalhando aqui, que é imigrante e passou por tudo isso.

      Quanto a trabalhar com Autocad, não sei se tem muita procura, mas acredito que seja viável e que você consiga algo aqui.

      No mais, boa sorte!

  49. Ola Pedro

    Seu blog é uma ajuda e tanto para nós futuros imigrantes. Qual a cidade que vc reside ai no Canada? Sou formado em comercio exterior e tenho tecnico em logistica de aeronaves. Como esta o mercado de trabalho em vancouver na minha area? So vejo nos sites que a melhor area é a de saude. Talvez eu faça radiologia este ano. Para quem esta começando, trabalhar como assistente em hoteis, MC Donalds… O salario é em torno de quanto? Abraços

    • Dido, eu moro em Montréal. Por isso não sei de nada sobre o que se passa em Vancouver. Aqui no Canadá, cada província é um mundo completamente diferente :). Com relação à trabalhar em McDonadls e afins, isso aí é moleza, qualquer um consegue. O salário não é bom não, normalmente é salário mínimo, que aqui em Montréal é algo em torno de $9 por hora.

  50. Fala Grande Pedro! Tudo bem? Espero que sim, é claro! Obrigado por tudo antes de mais nada, rs rs rs.

    Minha situação tá no seguinte pé: tenho 35 anos (Biólogo – Professor de nível médio há 13 anos), minha esposa 29 anos (ens. médio completo) temos três crianças…e tenho que dar entrada no processo e com as mudanças frente ao idioma, só vou dar entrada no mesmo com 36 anos…porém, surgiu uma proposta de fazer mestrado em Biologia (Molecular) aqui no Brasil… entende? O mesmo poderá ser convertido em Doutorado, não é verdade? Problema possível: mestrado e/ou doutorado aqui é bem visto aí em Québec (de uma maneira geral, há quem diga que é melhor fazer aí, outros acham que tanto faz…)? Já andei olhando as linhas de pesquisa na área de Bio e tem bastante coisa.

    E ainda, só defenderia a tese de mestrado aos 38 anos e de doutorado com 42 ou 40 se for convertido…o que acha? obrigado…Erismar Lima, de Brasília-DF.

    Apesar de estar fazendo de tudo pra sair definitivamente do magistério (veja meu site por favor e diga se há a possibilidade de trabalar com a confeitaria que trabalho ok?)
    acho que via doutorado pode facilitar a imigração ( mas aí teria que sem o processo pra conseguir bolsa de estudo Brasil-Canadá)…Cara, obrigado mais uma vez pela sua opinião sobre TI…tudo indica que é melhor ficar na minha área mesmo…Valeu…Fico aguardando sua resposta anciosamente…

    • Fala Erismar, tudo tranquilo por aqui. E você aí? Então, o lance com mestrado e doutorado aqui é o seguinte: se você fizer estes cursos aí no Brasil e resolver imigrar (com 42 anos fica muito dificil) ao chegar aqui vai ter que fazer a equivalência dos estudos, o que não garante que os títulos que você obteve aí no Brasil vão ser reconhecidos aqui no Canadá. Infelizmente esta é uma realidade, que tem que ser levada em conta.

      Por outro lado, uma alternativa, caso você queira seguir este caminho e também imigrar seria o de fazer o mestrado no Brasil e tentar fazer um doutorado aqui no Canadá, não com bolsa do governo brasileiro, já que neste caso você teria que voltar para o Brasil ou reembolsar o governo caso ficasse. Uma vez no Canadá, após terminar o seu doutorado, você poderia dar entrada no pedido de imigração, juntamente com um work permit o que te garantiria o direito de ficar no país e já ir trabalhando.

      Sobre confeitaria, acho que tem espaço pra todo mundo, desde que o produto seja de qualidade e atenda aos gostos do mercado local.

      Forte abraço.

  51. Salut! Pedro
    Ça va?

    Parabéns pelo blog, muito bom. Vc de uma forma clara consegue ajudar as pessoas com informações sobre o processo de imigração. Isso é muito legal.
    Estou nesse processo mas ainda tenho muito o que ralar. Olha, possuo duas formações a primeira curso Técnico na área de saúde a qual tenho 8 anos de experiência na área de enfermagem é meu atual emprego e concluir recentemente a graduação de Serviço Social, sou Assistente Social também.
    Tenho Inglês há 1 ano e meio e estou fazendo Francês,pois ainda falta completar a quantidade de horas exigida. Tenho 30 anos e sou solteira. Fiz algumas pesquisas em sites e verifiquei que a área de saúde é muito valorizada no Canadá, não sei se é verdade!
    Se você puder me ajudar com mais informações sobre o processo de imigração e outras mais como: se consigo um emprego rápido na área de saúde. Como quero continuar estudando ou mesmo fazer outra graduação. Como funciona para cursar uma universidade? É difícil entrar?
    Ah! Sou amiga do Eric Sobral. Ele tbm tem me ajudado com algumas informaçõe básicas.
    Outra pergunta importante, é relacionada a moradia, que conselho você me daria? Vi exelentes publicações em seu blog. Mas tive algumas dúvidas por conta da área de atuação, eu preciso saber em que local do Quebec oferece melhores condições de emprego para Tecnólogo em Enfermagem.
    Muito obrigado!
    Espero ainda poder contar com você.
    Esse foi um passo muito importante em minha vida. Tenho certeza que não irei me arrepender, acredito muito que com DEUS conseguimos tudo.
    Muita benção e que Deus ilumine seus caminhos.
    Abraços,
    Merci beaucoup.

    • Salut Leila, je vais bien et toi? :)

      Então respondendo às suas perguntas, sobre a área de saúde ser bem valorizada sim, é bem valorizada, mas depende de que profissão for exercer, afinal, é uma área muito grande. Como técnico em enfermagem, acredito que o salário vai ser mediano, dá uma olhada neste post aqui do site para ver os salários de enfermagem: http://www.pedrosilva.com.br/blog/salario-de-profissionais-de-enfermagem-no-quebec. Como assistente social, vide http://avenirensante.com/fr/carrieres/travailleur_ou_travailleuse_social o salário está variando entre $21 e $39 por hora. Aliás, este site http://avenirensante.com/fr/ tem informação sobre todas as profissões sobre a área de saúde, vale a pena você dar uma olhada.

      Não sei qual é a sua estratégia para o processo, mas como você disse que tem curso técnico na área de enfermagem e trabalha já a 8 anos, acredito que você deva postular como enfermeira, e não como assistente social, até porque a área de enfermagem é uma das profissões de maior demanda de mão de obra, razão pela qual seu processo irá caminhar mais rápido que o de outras pessoas. Agora, o fato de o processo ser mais rápido não significa que você irá conseguir emprego na mesma velocidade. A profissão de enfermagem é regulamentada e, por conta disso, para poder exercê-la é preciso fazer parte da Ordem, o que vai te custar tempo e dinheiro. Eu já ouvi relatos de pessoas que começaram o processo para fazer parte da ordem ainda no Brasil para já chegar aqui com meio caminho andado. O conselho que te dou é tentar encontrar blogs de pessoas desta área e trocar experiências.

      Sobre entrar na faculdade, pode ser fácil ou impossível, a depender do curso que você queira fazer. Aqui não tem vestibular, então para entrar na faculdade eles fazem uma análise de currículo e se você não tiver boas notas dificilmente entrará num curso concorrido (medicina, veterinária, odonto, farmácia…). Não quero te desanimar, mas te alertar para o fato de não ser tão simples assim. Mas, de toda forma, não custa nada tentar, não é mesmo?

      Eu vou ficar te devendo uma resposta mais concreta sobre moradia. A resposta padrão seria: Montréal e Québec normalmente oferencem os melhores salários e/ou têm as melhores oportunidades. Escolher entre uma e outra vai depender de uma série de fatores de cunho pessoal. Eu, pessoalmente, só trocaria Montréal por Québec caso eu recebesse uma oferta de emprego muito, mas muito boa mesmo em Québec.

      Bom, espero ter ajudado. Qualquer coisa, entre em contato. Abraços.

  52. Pedro, boa noite, acredito que como todos aqui temos (eu, minha esposa e nossa filha de 1 ano) a vontade de imigrar, gostaria de sabe se o mercado na área de TI é muito exigente em questão de certificados, pois eu sou formado em Administração de empresas e MBA em Engenharia de Sistemas e minha esposa tem tecnólogo em gestão financeira, tenho experiência de mais de 5 anos em Adm e 1 ano na parte de sistemas, aqui no Brasil nunca tive problema em atuar com empregos relacionado a minha MBA, o que vc cha ai em Quebec, li em alguns lugares que ai também não existe esse problema, porém gostaria de saber de alguém que esta na área. Bom desculpe o tamanho é que essa história de imigrar (que um dia irá virar realidade) nos trás muitas duvidas. Obrigado!

    • Junior, aqui, na área de TI, o que conta é know-how. Eles não querem saber, na grande maioria dos casos, se você tem títulos, mas sim, se você sabe fazer. Sabendo fazer, o emprego é seu. Abraços.

      • Antes de mais nada lhe dou os parabéns pois você alem de ter um grande material de ajuda, você responde as nossas duvidas. Isso e muito importante e você ta de parabéns.Apesar de a minha duvida ser muito parecida com varias pessoas acima gostaria da tua opinião de acordo com o cenário abaixo

        Nivel Superior: Tecnologo em Redes
        Certificacao: 4 da Microsoft ( validade internacional )
        Certificacao: 3 de Gestao de Projetos
        Ingles: Nivel Basico
        Experiencia: Tenho uns 7 anos de experiencia em TI ( juntando Servicedesk, Infra estrutura e Gestao de Projetos )

        Tipo de Preparacao

        Idade atual: 31
        Duracao: 3 anos
        Ingles: Ele tera um intensivo aqui no Brasil de 18 meses
        Intercambio: Farei 30 dias de imersao no Canada, para melhorar a escrita e gramatica, e depois no Brasil continuari a estudar

        Voce acha que esse erfil que te passei tem grandes chances de se dar bem na cidade de mississauga – Ontario ?. Pelos meus Calculos ate o final de toda a preparacao terei no maximo 34 anos.

        Desculpe pela quantidade de duvidas e na redundancia das perguntas pois achei as respostas meio desfragmentadas no seu blog nao ocnsegui entender sobre o Mercado de TI no canada.

        Sucesso para voce que Deus ilumine voce e tua familia
        Keep Walking

        • Francisco, seu perfil é ótimo, acho que você conseguiria emprego em qualquer lugar do Canadá, não só em Mississauga. A propósito, como foi que você se decidiu especificamente ir pra lá? Não é muito comum…

          Uma coisa, entretanto, que você precisa considerar é que o processo federal de imigração não está aceitando novas demandas para profissionais de TI, sem ofertas de emprego. Desta forma, não sei como você vai fazer para viabilizar sua ida para Ontario. O processo de Québec ainda seleciona profissionais de TI que não tenham oferta de emprego, talvez seja uma opção, mas aí você vai ter que investir em francês, além do inglês.

          Abraços.

  53. Olá Pedro
    Parabéns pelo ótimo trabalho. Como esta o mercado para dba sql server e ad?
    Qual o caminho ?
    Abraço
    Sandro

    • Sandro, desculpe mas eu não estou muito por dentro do mercado de dba. SQL Server e Oracle são bem utilizados por aqui, entretanto, costumo ver mais demanda por especialistas Oracle do que SQL Server. Mas isto é tudo o que sei.

      Sobre a pergunta, “Qual o caminho”, ela está bem vaga. Talvez se você compartilhasse os seus planos eu poderia ajudar. Abraços.

  54. Pedro.. me tira uma duvida.. seria possivel fazer um intercambio ai em casa de familia para aprender costumes locais mesmo… nao frequentando uma escola como a maioria dos intercambios q vejo anunciado.. ou nao? Existe um site onde pessoas dai oferecem sua casa para estrangeiros neste sentido talvez mandando alguem da casa dela para a minha nw sei… existe? outra coisa, conhece alguem nativo dai q possa conversar comigo pelo msn para eu treinar meu ingles? abracos… adorei seu blog

    • Silvia, eu acredito que seja possível fazer intercâmbio do jeito que você está querendo, mas eu não conheço nenhum site que ofereça este serviço. Talvez um nativo saiba :) Sobre a sua outra pergunta, eu conheço um nativo que estaria disposto a conversar com você por msn, para que você possa praticar seu inglês. Para isso, mande-me seu email para que eu possa entrar em contato contigo. Abraços.

  55. Olá Pedro, tudo bem? Eu e meu marido temos lido atentamente o seu blog ultimamente. Na verdade, nós queremos imigrar para o Canadá, mas estamos encontrando algumas pedras no caminho, e queremos desviá-las… Temos 27 e 28 anos, sem filhos, professores (eu de inglês e ele de ed. física), formados, com experiência profissional. Temos dúvidas em realizar o processo exatamente por causa das profissões. Na verdade, sabemos que para trabalhar em nessas áreas temos que nos qualificar aí no Canadá, portanto estamos cientes que teríamos que trabalhar em outra coisa (sem stress). Sabemos que estamos dentro de todos os outros quesitos. A língua também não é problema. Não sabemos qual processo realizar. E aí, será que você tem algo pra nos dizer? Obrigada!

  56. Oi Pedro tudo bem?Eu e meu marido temos tbm esse sonho de imigrar para o canada, somos estudantes ainda(apesar de nao sermos tao jovens 30 e 31)da area de TI tecnologo em analise e desenvolvimento de sistemas .gostaria de saber se a graduaçao tecnologa e reconhecida no quebec .muito obrigada desde ja e parabens por seu blog.

    • Pedro outra duvida que tenho alem da entrevista em frances (creio que no processo federal)qual outra maneira exigida para comprovar os conhecimentos do idioma. tenho que apresentar comprovante de curso com horas/aula?eu observei que esse foi custo mais elevado do seu processo… correto? um grande abraço Deus te abençoe…

      • A entrevista em francês é feita no processo do Québec, mas antes da entrevista é preciso agora fazer um teste de francês. No site do ministério de imigração do Québec você vai encontrar a lista dos testes aceitos. Acredito que os comprovantes de curso com horas/aula também é requisitado. Sim, este foi o custo mais elevado do processo, mas na minha época não precisava fazer teste, só apresentar os comprovantes de curso. Agora, isso é algo que não tem como fugir, entenda isso como um investimento e não como um custo. Investimento, por duas razões: Primeiro que você vai aumentar seu conhecimento em um novo idioma / cultura; Segundo que este conhecimento vai ser o diferencial para que você chegue aqui já apta para trabalhar. Uma vez aqui você vai economizar tempo e dinheiro na busca por emprego.
        Abraços.

    • Aline,

      Para trabalhar com TI no Canadá basta ter know-how, experiência. Não precisa fazer validação de estudos já que não é uma profissão regulamentada.

      Abraços.

  57. oi Pedro , estamos na fase de pesquisas, buscando informaçao por todos os lados e estamos meio perdidos rrs nao começamos o processo ainda porque o investimento é relativamente alto para nos nesse momento e como bons brasileiros estamos no vermelho rsrs mas como e um projeto para medio prazo tem tempo para correr atras de fundos,,,, Pedro gostaria de saber como e o custo de vida aì em quebec aluguel,alimentaçao,roupa,calçado,curso de idioma essas coisas
    pois vi em outro blog uma lista de supermercado fiquei absurdada pensei que era mais barato a alimentaçao aí no quebec
    pois ja morei na espanha onde a comida e muito barata e é inevitavel a comparaçao ne?¿ pedro muito obrigada por nos responder pela atencao e boa vontade em sanar nossas interminaveis e chatas duvidas obrigada de coraçao DEUS abencoe e prospere vcs,,, um abraço

    • Aline, em breve irei fazer um post sobre custo de vida. Prometo ser bem detalhado… Sobre comida, alguns fatos: Não se paga imposto sobre comida aqui no Canadá, arroz, feijão, leite, carne, frango, verduras, etc… imposto só é pago sobre alimentos industrializados, por exemplo: sorvete, comida pronta, etc. Agricultura no Canadá só é viável alguns meses no ano, devido ao frio intenso. Até dá para produzir aqui no inverno mas o custo é altíssimo, então, tudo, ou quase tudo é importado. Exemplos: no verão uma alface custa $0.50 enquanto que no inverno a mesma alface pode custar $2.50. No geral, opinião minha, eu não acho as coisas caras aqui. Vou ao mercado 2 vezes por mês e sempre pego o que eu quero, gasto em média $150 a $170. Tente fazer um mercado ai no Brasil com R$170.00. (sim, eu não estou convertendo para reais, já que aqui você vai ganhar em dolar e pagar em dolar). Na espanha, garanto, que muito dos produtos são locais, razão pela qual os preços são mais baratos… Abraços

  58. Oi Pedro eu queria saber de uma informação: Tenho 28 anos sou professora de piano, tenho graduação de e mestrado . Trabalho há 9 anos. Sou fluente em inglês e tenho nivel intermediário em francês. vc sabe de alguma província que me aceitaria como imigrante? Por favor me responda se puder.Obrigada

    • Lidiane, posso estar enganado, mas até hoje nunca vi nenhuma menção sobre a sua profissão em nenhum dos processos que já pesquisei: Québec e Canada (Federal). Se você quiser ter certeza, faça os testes online no site do Ministério de Imigração do Canada e também do Québec. Abraços.

  59. Caro Pedro, tudo bem? EStou com muitos problemas para ter retorno do Governo Federal do Canada. Passamos pelo processo de quebec em novembro de 2011. Enviamos nossa documentação em janeiro 2012 e até agora não recebemos siquer um retorno sobre o processo, se foi aberto ou não. Quando estive em Montreal me 2011, havia um movimento liderado por alguns partidos contra o processo de imigração. Entramos em contato com o Consulado de São Paulo por Fax e nos enviaram um e-mail para que enviassem uma correspondência em Ingles ou Frânces. Enviamos o e-mail e não respondem. Estamos aflitos sabes se há algum movimento para segurar os processos de imigração, pelo Governo Federal?

    • Rene, o que aconteceu é que os governos Federal e do Québec cortaram gastos e isto impactou os processos de imigração. O escritório do Québec em São Paulo foi reduzido a quase nada e agora tudo é processado no México. A mesma coisa com o processo federal que agora tem que ser enviado para Nova Scotia, aqui no Canadá. O governo também não está aceitando novos processos, até o ano que vem. A idéia é eliminar o backlog de processos antigos que precisam ser processados. Todas estas mudanças tiveram impacto negativo inicial, no sentido de demora em obter respostas, mas eu acredito que a fila tá andando. Tenha paciência que você chega lá. Abraços.

  60. Oi Pedro meu manorado brasileiro com cidania canadense e esta divorciado sepado a 8 anos e pegar o divorcio daqui ums dias ele pode se casar comigo aqui no Brasil e eu entro no Canadá com ele por ser casado o BRASIL qual ojeito mais fácil .
    aguardo resposta.

    • O jeito mais fácil, depois de você se casarem, é ele dar entrada no processo de sponsor com você aí no Brasil. Você pode também vir para o Canadá como turista ou estudante e tentar aplicar o mesmo processo estando aqui, só que você não vai poder trabalhar, por exemplo.

  61. Pedro Silva,bom dia.Será q. tenho a condição de arrumar algum serviço aí no CANADA?? Tenho 52 anos de idade,não falo Ingles,
    nem Francês.Sempre trabalhei no ramo de compra e venda de Materiais de Construçoes e Tintas.Gostaria se vc. poderia me ajudar em alguma coisa.Aguardo respostas.Meu E-MAIL é :
    MAZZO.2010@YAHOO.COM.BR

    • Mazzo, acredito que você não consiga muita coisa não viu. O quesito idade, e o não conhecimento dos idiomas estão pesando contra. Abraços.

  62. olá Pedro, parabens pelo blog.Meu esposo tambem é da area de IT, ja fala bem ingles, morarmos 5 anos na America e hoje vivermos na nova zelandia onde sormos residente, enfim queriamos saber qual é a maneira mas rapida e facil de conseguir residir no canada,seja por visto de trabalho ou por visto permante,sera que estando aqui se torna mas facil por ser um país de língua inglesa?Varmso começar a mandar o cvc pois vi que tem muitos empregos na area, enfim varmso ver no que vai da.Queria mesmo saber qual sera a melhor solucao e o melhor lugar pra me focar melhor.obrigado.

    • Karen, acredito que a melhor solução é tentar a residência permanente também. Acredito que seja possível fazer daí da NZ. Agora, vai depender pra onde no Canadá vocês querem vir. O processo federal, para TI, se não me engano, agora só com oferta de trabalho, ou seja, uma empresa daqui tem que querer contratar vocês. Espero ter ajudado. Abraços.

  63. Olá,
    Eu nasci no Canadá em Montréal, mas o meu francês é fraco e o inglês dá para desenrascar. Gostava de saber a tua opinião sobre o que achas de eu querer imigrar para Montréal, achas que é boa ideia? Achas que consigo encontrar trabalho facilmente? Há crise em Montréal como em Portugal?

    Obrigado

    • Thierry, se você nasceu em Montréal então você é canadense, o que facilita bastante as coisas. Basta vir com seu passaporte e providenciar os documentos, caso não os tenha ainda. Sem saber falar os idiomas fica difícil, mas como você é Português, talvez consiga algo junto à comunidade portuguesa de Montréal (ou de Toronto que é maior ainda). A situação econômica do Canadá em geral está melhor do que a de Portugal, então porque não arriscar? Você não tem nada a perder…

  64. Olá,
    Gostava de arriscar mas fico um bocado “assustado” de não conseguir encontrar em emprego que goste e conseguir ter uma vida estável. Não sei se é fácil arranjar trabalho.
    Sei que tenho que melhorar o meu inglês e francês, é importante para ir para lá trabalhar.
    Como posso saber quais as equivalências que me dão aos estudos que tenho? Tenho uma licenciatura em engenharia civil e do ambiente, como é que sei se me dão equivalência ao curso e ao secundário?

    Obrigado

    • Thierry, isso aí só o governo para te responder. O governo do Québec vai analisar seu currículo e dizer qual o nível você tem, mas com certeza você vai ter seu curso de engenharia reconhecido. Agora, para poder trabalhar como engenheiro é preciso fazer parte da Ordem dos Engenheiros (http://www.oiq.qc.ca/). Dê uma olhada neste site e veja quais são os pré-requisitos. Abraços.

  65. Olá Pedro, muito show esse seus comentários e com certeza apadrinhou muitos imigrantes a tranformar seu sonho em realidade. Tenho uma duvida tbm já estou na fase final do processo esperando a resposta do meu exame medico mas queria saber se sabe dealbo ou conhece alguém quem trabalha na área de propaganda medica, propagandistas, exe. Pzer, bayer etc pois amo essa área e queria continuar mais procuro no site de emprego e fico em duvida se e isso mesmo ou se nao e semelhante ao que ocorre no brasil… Se souber me ajudara muito abraços

  66. Olá pedro! Quanto tempo! Lembra de mim, ainda? Ótimo saber que seu blog continua firme e forte…Espero que continue com o mesmo…Bom, como conversei com vc nos nossos últimos posts, entro no mestrado em Biologia (Virologia) em 2013…o motivo de entrar em contato é que andei lendo sobre Manitoba e não sei se sabe algo sobre a referida província…saberia algo sobre mercado, imigração (li que seria relativamente fácil, dia-a dia, inverno…enfim , se teria algo pra falar (apesar de ter lido, gostaria de saber de vc, ok?) . Bom, obrigado mais uma vez e felicidades mil…Até breve!

  67. Olá,
    Vivo em Portugal e como deves saber há crise e cada vez há mais desempregados. Neste momento ainda estou a trabalhar numa empresa, mas não sei se irá fechar.
    Como nasci em Montréal, posso ir quando quiser viver e trabalhar em Montréal.
    Não sei se deixo andar e ver se a empresa resiste à crise, não sei que faça, que me aconselhas?
    Como falo mal o francês e mais ao menos o inglês, terei que arranjar um trabalho com que não tenha que falar muito, nem que seja em limpezas.
    Consegues-me dizer quanto é se ganha como salário minimo? E com o salário minimo dá para viver?
    Achas que vale a pena eu desistir disto e ir para aí?
    Obrigado

    • Thierry, o salário mínimo está em torno de $9.50/hora, aqui na província do Québec, mas é possível até ganhar um pouco mais que isso.

      Eu acho que da pra viver, mas com muitas limitações.

      Como você é Canadense, porque não tira umas férias e vem aqui pessoalmente ver como anda o mercado?

      Abraços.

  68. Ola Pedro,
    Meu marido esta prestes a ir estudar em Montreal (conseguiu uma bolsa do governo brasileiro). Temos 2 filhos, gostariamos de ir tb depois de um tres meses que ele ja estiver lah. Minhas duvidas sao:
    1- Nao falo frances, apesar de ter feito 1 semestre na AF, soh sei o basico, mas sou professora de ingles e formada em adm de empresa, seria facil conseguir um emprego sem o frances?
    2-Como seria o processo de legalizacao para mim e para os meus filhos, ja que meu marido estaria com visto de estudante? outro ponto, a minha filha eh cidada americana.
    3-Como funciona plano de saude publica, ou seria necessario um plano privado?
    4-Existem muitos brasileiros vivendo aih?
    5- E as escolas sao publicas? existe alguma em Montreal onde a primeira lingua seria o ingles?

    Desculpa por tantas perguntas e obrigada por dedicar esse tempo ajudando as pessoas.

    • Ana, respondendo às suas perguntas:
      1) É possível conseguir emprego só falando inglês;
      2) Sinceramente, não sei dizer. Sugiro que dê uma lida em: http://www.cic.gc.ca/english/information/applications/guides/5269ETOC.asp e se mesmo assim não conseguir encontrar o que você precisa, entre em contato com o consulado em São Paulo.
      3) Acredito que com um visto de estudante vocês não sejam elegíveis ao sistema de saúde daqui, então teriam que ter um seguro de saúde privado.
      4) Existe sim, e cada dia aumenta mais!!!
      5) Existe escola pública em frances, escola pública em inglês e escola privada em francês, inglês e/ou bilingue. Escola pública em inglês só quem pode estudar é quem é filho de pai cuja língua materna é Inglês.

      Esta bolsa com o governo do Brasil não daria a possibilidade de vocês virem com um visto de trabalho não? Com um visto de trabalho as coisas são bem mais simples: vocês tem acesso ao plano de saúde público, pode matricular as crianças em escolas sem problemas, pode ter aulas de francês gratuitas e pode trabalhar. O visto de estudante, a depender do tipo de estudo, só permite trabalhar 20h por semana.

      Abraços.

  69. Olá,
    Sabes quanto é que custa mais ao menos comprar uma casa com dois apartamentos no plateau mont-royal? E quanto é que costuma-se pagar de aluguer por uma casa nessa zona?
    Achas que comprando uma casa nessa zona e pondo-a a alugar ao fim de 10 anos está paga?

      • Olá Pedro,
        Obrigado pela tua resposta.
        Tu trabalhas em quê? Tás a viver no Plateau?
        Quanto dinheiro achas que devia ganhar por mês para viver bem aí? 2000 euros?

        • Eu sou desenvolvedor de software. Com $2000 da pra uma pessoa solteira viver relativamente bem, mas tá longe de ser um bom salário.

          • Olá,
            quanto achas então que é necessário ganhar por mês para ser um bom salário? Esse salário tem que dar para pagar a renda da casa, despesas e se possivel juntar algum. achas que com $4000 chega?

          • Thierry, isso é muito relativo, até porque aqui quanto mais se ganha mais se paga impostos e menos se usufrui de benefícios do governo. Tem gente que prefere ganhar menos e usufruir de “programas sociais” e tem gente, como eu, que prefere ganhar mais, ter um padrão de vida melhor, mas em contra partida, pagar mais impostos para poder sustentar quem vive de ajuda do governo. Para ter um salário líquido de $4000 por mês, você vai precisar ganhar mais do que $70k / ano. Isso aqui que eu falei rende um post no blog :)

        • ola pedro estou conhecendo seu blog agora acabei de me formar na área de técnico em radiologia estou pensando em tentar a vida em Quebec tenho informações que estão com falta de profissionais na área da saúde enfermagem radiologia gostaria de saber se realmente tem essa oportunidade. O que você pode me dizer ???

  70. Olá,
    Se eu quiser pedir as equivalências dos meus estudos, devo escolher “regulated” ou “non-regulated”? Não quero tar a escolher um e depois não me dá equivalências que eu quero.
    Que me sugeres?

    • Thierry, como você é Engenheiro e engenharia é uma profissão regulamentada, acredito que você tenha que escolher a opção “regulated”.

      Abraços.

  71. Ola,
    Compreendo-te mas por aquilo que eu li, se escolher a opção “regulated”, terei que fazer exame e mostrar que falo bem o francês. Eu sei que se fizer o exame, vai ser dificil eu passar, porque é diferente daqui as regras e esses exames nunca são fáceis. E tenho também o problema do francês, eu sei muito pouco de francês, sei que tenho que melhorar.
    Enquanto que se eu escolher a opção “not regulated”, será o patrão da companhia a avaliar, se eu sirvo ou não. O “cicic.ca” disse-me para eu ler o “fact sheet nº2″ e escolher se quero “regulated” ou “not regulated” e disse que de modo geral a maioria das pessoas contratadas é “not regulated”.

    Abraços

        • Porque tive a impressão (posso estar enganado) que você estava fazendo processo de imigração, o que no seu caso não é necessário. Sobre a equivalência do seu diploma, como você é engenheiro, você tem que ver na ordem dos engenheiros do Quebec como proceder para ser reconhecido.

          Me parece que você tem que traduzir seus documentos escolares, solicitar a equivalência (profissão regulamentada) junto ao governo do Quebec e em seguida contactar a ordem. Mas isso, você faz só quando estiver aqui. Outra coisa, tem umas ONGs que podem te assessorar neste processo.

          Abraços

          • Olá,
            Tu dizes que existe umas ONGs que me podem assessorar. Mas eu não sei o que é ONGs, podes-me ajudar?

            Abraço

          • Thierry, desculpa, ONG é um termo que usamos no Brasil e significa Organizações Não Governamentais, são empresas sem fins lucrativos que trabalham juntamente com o governo para prestar, por exemplo, algum tipo de assessoria a população.

            Aqui, por exemplo, tem uma ONG especializada em assessorar imigrantes junto à Ordem dos Engenheiros, para que possam ter seus estudos reconhecidos.

            Pode ser útil pra você.

            Abraços.

  72. Boa Noite Pedro meu nome é Ivan tenho atualmente 21 anos, primeiramente gostaria de te parabenizar por sua ajuda que voce tem nos dados passando informações valiosas,

    Atualmente faço o curso de Analise e Desenvolvimento de Sistemas li quase todos os seus posts , gostaria de saber como funciona esta questão de emprego como analista de sistema junior, senior e pleno , a remuneração nesta area conforme o grau de experiencia é aumentada como no Brasil, procurei na internet mas nao achei nada , gostaria de saber mais ou menos qual é a remuneração media para um analista de sistemas ai, e como funciona os sistemas de pós graduação ai tenho algumas duvidas os cursos de pós graduação são ministrados em tempo integral não me dando tempo de conseguir um emprego na area ou é ministrado como aqui no Brasil que exemplo periodo noturno , podendo ter a possibilidade de estudar noite e trabalhar de manhã , qual seria mais ou menos o custo de um curso de pos graduação em engenharia de software ,tenho um outra duvida tambem , sei que algumas universidades publicas Brasileira são reconhecidas como a usp e a unicamp, gostaria de saber se a Fatec que é tambem é uma faculdade publica meus professores falaram que ela é reconhecida como a melhor faculdade da america latina em formação de tecnologos se eles tambem aceitam ou terei que fazer algum curso ai para trabalhar, ou se ja aceitam minha formação , gostaria de saber se terei algum impecilio e relação a este ponto com a regulamentação no papeis para poder trabalhar ai , estou estudando o ingles mas a fluencia no ingles é muito dificil principalmente para que mora no Brasil por exemplo que nao tem o costume desta lingua, quando eu falar com o examinador tenho que estar com o ingles fluente ou ja com avançado ja tenho a possibilidade de conseguir ? sei que eu montei um texto enorme essa são algumas da minhas duvidas mas tenho muitas outras neste processo mas vou parar por aqui e esperar voce me responder porque se continuar escrevendo isso vai ficar ainda maior com tantas duvidas :)

    assim uma utima coisa voce acha melhor eu primeiro fazer um intercambio para aprender melhor a lingua para depois pedir imigração ou você acha que nao tenho necessidade , e por favor quanto se eu for fazer um intercambio ai mais ou menos de um ano por exemplo quanto você acha que é bom eu juntar no minimo para levar comigo, no caso da imigração também é bom eu ter quanto em caixa.

    desde já agradeço a resposta ,grande abraço

    • Ivan,

      Antes de tudo uma clarificação: Aqui no Canadá, pelo menos na área de TI, não existe diferença Analista/Técnico como no Brasil onde Analista é quem tem nível superior e Técnico é que não fez faculdade. No Brasil muita gente que se diz Analista de Sistemas na verdade é desenvolvedor e não faz análise coisa nenhuma (alguns nem programar direito sabem) mas colocando as polêmicas de lado, quando for procurar informações sobre salários eu sugiro que você primeiro procure se inteirar sobre os termos / nomenclatura de cargos usada aqui no Canadá. Como você vai fazer isso? Supondo que você seja desenvolvedor Java, ou .Net ou PHP, você vai entrar num site de vagas de emprego como http://www.monster.ca, digitar Java (ou .net ou php) no campo de busca, ver as vagas que vão aparecer, ler a descrição da vaga e qual o cargo ela está relacionada. Exemplos que você vai encontrar: Junior Java Developer, Intermediate Java Developer, Senior Java Developer, Senior QA, etc…

      Depois que fizer isso, leia o post http://www.pedrosilva.com.br/blog/salario-de-profissionais-de-ti-no-canada e lá tem umas dicas para você procurar informações sobre salário.

      Sobre cursos de pós graduação, eu não tenho muito idéia de como funcionam. Eu ainda não procurei saber, embora seja uma coisa que eu queira fazer. Agora, já vou logo te adiantando que ter um mestrado ou até mesmo doutorado, na grande maioria das vezes, não vai fazer diferença nenhuma de salário.

      Como no Brasil, aqui as profissões de TI não são regulamentadas. Isso significa que você pode trabalhar aqui sem problemas, não precisa reconhecer nada.

      Fazer um intercâmbio ajuda no processo de imigração. Vai te dar alguns pontos principalmente se você estudar inglês e/ou francês aqui. É algo super positivo, se você tiver condições de fazer isso é super recomendável. Quanto você vai precisar, tirando o custo com a viagem (passagens aéreas, seguro) e com o curso de idiomas (escola, hospedagem) pelo menos uns C$1000 por mês. Se você apertar muito, uns C$500 pode até dar. Para a imigração vai depender do processo que você fizer, mas eu diria que de início, uns $1500 por mês daria para sobreviver aqui.

      Abraços.

  73. Pedro voltei uma utima duvida por favor, na verdade como fuciona a experiencia ai vale de alguma coisa qualquer experiencia que obtiver aqui no Brazil , atualmente junto ao curso faço estagio na Prefeitura de são José dos Campos , se ajudar vou tentar mais pra frente tentar um estagio no Inpe, nao quero demorar muito tempo para ir , acho que o quão mais novo eu conseguir ir imagino que maior a possibilidade talvez de sucesso

    Essa foi a utima pergunta :)

    desde já agradeço Forte Abraço

    • Na área de TI, a experiência de trabalho aí no Brasil vai ajudar sim, embora não tenha (infelizmente) o mesmo peso da experiência de trabalho aqui.

  74. Olá Pedro, tudo bom ?

    Eu estive no Canadá em Julho do ano passado e fiquei hospedado em Toronto,
    eu realmente não queria voltar mais.

    Trabalho com TI há mais de 5 anos na parte de infraestrutura e agora estou começando
    no mundo Oracle como DBA. Tenho 24 anos e pretendo morar aí.

    Teria alguma dica para me passar ? Como está o mercado de TI aí ?

    Um abraço,
    Erick Braz

    • Olá Erick,

      Em TI sempre tem oportunidade para quem é qualificado, entretanto, para imigrar, a depender do caminho que você queira seguir, só com oferta de emprego. A dica que eu te dou: se especialize na área que você quer trabalhar porque aqui as empresas preferem pessoas que conhecem muito sobre determinada área do que pessoas que conhecem pouco sobre várias coisas. Se o seu lance é DBA, então estude, comece a trabalhar na área para ganhar experiência comprovada.

      Outra dica, procure se informar nos sites do governo (Federal ou Québec) sobre o processo de imigração e como você se encaixa nele.

      Abraços e boa sorte!

  75. Ola Pedro. Preciso de sua opiniao e dicas, se puder. Sou DBA Oracle e SqlServer, tenho 10 anos de experiencia como DBA e e 24 anos de experiencia como desenvolvedor e analista de sistemas. Minha esposa é pediatra com 24 anos de experiencia. Voce acha que teriamos dificuldade em conseguir permissao para trabalho permantente e emprego para ambos ?
    Obrigado.

    • Gilberto, vocês conseguiriam imigrar entretanto, você conseguiria emprego e sua esposa não. Talvez como pesquisadora ou na área acadêmica, mas é praticamente impossível para um medico formado no exterior trabalhar aqui. Eu não conheço nenhum caso.

  76. Ola Pedro, ja fiz uma pergunta dia 21/05.
    Tenho 46 anos. Sera que minha idade é um ponto impeditivo para trabalho ou visto. Sou Oracle DBA com mais de 10 anos de experiencia.
    Obrigado
    Gilberto Waldelm

    • Gilberto, a idade seria um ponto impeditivo para o visto. Você teria que ter ótima pontuação nos demais quesitos. Outra possibilidade seria já ter uma oferta de trabalho, ou conseguir um work permit e depois partir pro visto de imigração, mas pode não ser tão fácil assim. Abraços.

  77. Olá Pedro, tudo bem? Adorei seu blog e estou querendo ir para Montreal estudar Ingles e Frances. Primeiro vou começar com o ingles e estou no nivel intermediário e depois parto para o frances. Estou prevendo ficar uns 6 meses, mas queria saber se é possível encontrar algum trabalho só para me ajudar durante o curso. Você acha que isso é possível? Pode ser em qualquer área. Obrigada

  78. oi Pedro, tudo bem por ai?
    Meu nome é Edilene, sou formada em curso admistração de Empresas e tenho um diploma como tecnico em magistério e estou estudando ingles, hoje sou lider de produção, gostaria de saber em qual profissão poderia dar entrada no meu processo, vi que para 2014 estão solicitando assistentes de educação infantil, poderia imigrar nesta função uma vez que tenho o tecnico em magistério?
    Fico no Aguardo.

    • Edilene, teria que ver se o seu curso de técnico em magistério é equivalente ao curso exigido para as pessoas que atuam como assistentes de educação. Como eu não sou da área, não saberia te dizer se é compatível ou não. Você teria que ver quais são os requisitos para trabalhar como assistente de educação e ver se bate com o seu curso.

  79. Boa noite, Pedro.
    Eu e meu marido estamos seriamente pensando em fazer o pedido para imigração, mas ainda temos uma longa lista de dúvidas. Fiquei animada ao ler seu blog, e me identificamos com vc por procurar no Canada nada além de uma melhor qualidade de vida. Sinceramente, não temos a pretensão de ter uma situação financeira mais vantajosa que a que temos aqui, nossa vida profissional é extremamente estável, temos dois filhos pequenos, mas desejamos viver em um local mais tranquilo e poder oferecer a nossos filhos mais qualidade de vida.
    Meu marido tem formação na área de TI e eu sou engenheira. Ambos temos mestrado e doutorado e há alguns anos atuamos apenas em pesquisa e educação. E essa é nossa grande dúvida sobre o processo de imigração. Quem deveria fazer o pedido? Eu, que tenho maior conhecimento da língua mas experiência profissional apenas como pesquisadora, ou ele que tem menos conhecimento de inglês, mas já atuou por alguns anos em empresas na área de TI?
    Bom, este é apenas o início de nossas dúvidas… Gostaria de trocar alguns emails com vc sobre algumas dúvidas mais específicas. Desde já agradeço as dicas que já li no blog e o parabenizo pelas postagens.

    • Priscila, algumas coisas a se considerar: Sua área de formação (Engenharia) faz parte da lista de profissões com demanda? Vocês já fizeram uma simulação online colocando um ou outro como requerentes principais para ver qual seria o resultado? Com base nas suas informações, como seu marido já teve alguma experiência de trabalho na área e como TI é uma área bem requisitada, eu diria que ele teria mais chances. Mas faça a simulação para ver o resultado.

Leave a Reply

CyberChimps